Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

MOMENTOS - ADEUS DE GUGA KUERTEN E A PROMESSA LEWIS HAMILTON

BRASILEIRO ENCERRA A CARREIRA, INGLÊS VENCE O GP DE MÔNACO

Redação Publicado em 28/05/2008, às 13h20

MOMENTOS - ADEUS DE GUGA KUERTEN E A PROMESSA LEWIS HAMILTON - Reuters
MOMENTOS - ADEUS DE GUGA KUERTEN E A PROMESSA LEWIS HAMILTON - Reuters
Na história recente do país, poucos esportistas deram tantos motivos para os brasileiros se orgulharem quanto o tenista Gustavo Kuerten (31). Em uma carreira impecável, o catarinense somou títulos do Grand Slam e foi o nº 1 do mundo por 43 semanas. Vencido pelas contusões, o ídolo escolheu o palco que lhe consagrou pela primeira vez - o torneio de Roland Garros - para dizer adeus às quadras. A despedida, domingo, 25, levou o campeão e a platéia às lágrimas. Guga, com uniforme igual ao que usava em 1997, ano de seu 1º triunfo na França - repetido em 2000 e 2001 - perdeu por 3 a 0 a partida contra Paul-Henri Mathieu (26), mas o resultado era o menos importante. Ao final, ganhou um troféu da Federação Francesa de Tênis, com as camadas do saibro da quadra, e foi ovacionado. "Mais uma vez, fui o homem mais feliz do mundo, Roland Garros é minha vida, minha paixão, meu amor", disse ele. Enquanto um ídolo se despede, uma jovem promessa se firma. Em Mônaco, Lewis Hamilton (23) venceu o Grande Prêmio de Mônaco, assumindo a liderança do campeonato de F-1. "Sonho em vencer aqui desde pequeno. Vi o Ayrton Senna ganhar tantas vezes e queria poder fazer o mesmo", declarou o inglês, aplaudido pelo príncipe Albert II (50) e citando outro grande brasileiro.