Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Moda: Ready to Wear Fall 2011: Jason Wu

Renda-se aos detalhes.

Por Bia Paes de Barros Publicado em 10/05/2011, às 18h55

Alfaiataria clássica e peças básicas para uma elegância contemporânea. - Marcio Madeira
Alfaiataria clássica e peças básicas para uma elegância contemporânea. - Marcio Madeira
As impressões que Jason Wu tem sobre o corpo e a imagem da mulher sempre foram muito claras dentro do universo dos vestidos ladylike que o fizeram tão conhecido. Neste momento, o estilista parece traçar novas possibilidades para a sua marca. Propostas que almejam atingir aquela jovem mulher cansada da versão, digamos antiga, do efeito hi-lo. Ela quer muito mais do que um jeans no contexto noite, ou brilhos no look dia. Ela quer uma sofisticação subliminar. E, para atingir tal efeito, a coleção trabalha formas limpas, com acabamentos ao mesmo tempo delicados e fortes. Imagine uma camiseta básica. Agora, imagine esta mesma peça em renda rebordada para acompanhar uma saia longa e... Voilà! Está pronto o visual para substituir o clássico vestido habillé. Outro exemplo emblemático está no top de moletom com aplicações nas mangas. Uma boa dica no melhor estilo faça você mesma. O efeito tridimensional criado pelas rendas vem da desconstrução e dos recortes nos quais elas são dispostas de forma a parecerem naturalmente aleatórias. Saias comportadas, camisas fechadinhas (aposte neste truquezinho de styling para dar mais atitude ao visual) e mantôs com modelagens próximas ao corpo traduzem esta elegância bem contemporânea. As golas são arrematadas por laços, as barras são encurtadas, mas os saltos só poderiam ser altos. Afinal, a sensualidade das produções de inverno muitas vezes está nos pés à mostra que ignoram as baixas temperaturas. Estes detalhes também pontuam a escolha da cartela de cores, predominantemente preta, destacando os altos contrastes com tons off-white e pele. Já os acessórios ganham a intensidade máxima de vermelhos e azuis. Soluções simples para um conceito sólido.