Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Mike Tyson: 'Não sou uma pessoa convencional'

Em entrevista ao 'Caldeirão' de Luciano Huck, Mike Tyson mostra seu lado família em Las Vegas 'Meu melhor momento é agora’ diz; ele ainda faz elogios ao Brasil e aceita desafio curioso proposto pelo apresentador

Redação Publicado em 19/11/2011, às 18h11 - Atualizado em 08/08/2019, às 15h43

Luciano Huck visita Mike Tyson em Las Vegas - TV GLOBO / Jose Silveira Junior
Luciano Huck visita Mike Tyson em Las Vegas - TV GLOBO / Jose Silveira Junior

Como já observou Luciano Huck(40) ao entrar na casa do ex-lutador Mike Tyson (45), o campeão está mesmo mudado. Anos atrás, ele - que no ringue - hoje trocou as bebidas que enfeitavam seu bar por brinquedos de criança espalhados pela residência. A lembrança dos tempos de luta resumiu-se aos cinturões dourados expostos em um armário de vidro na sala do lar. Em seu quintal, uma coleção de pombos que Mike costuma a soltar (para voarem um pouco antes de retornarem a gaiola) deixa o atleta com cara de bobo - encantado pela beleza da natureza. 

Antes de sentar-se no sofá com o apresentador brasileiro, que o entrevistou em seu Caldeirão do Huck neste sábado, 19, Mike se despediu de seus filhos que estavam indo para a escola. Seu momento família iniciou a conversa. "Meu melhor momento está sendo agora. Tenho menos estresse, tenho meus filhos, minha mulher. Vivo meu dia-a-dia de família. Sou feliz e grato pela vida que tenho e não faço nada que possa colocar isso em risco", explicou. "Não falo muito das coisas que antes eu falava sem pensar". 

A família conseguiu mudar o ex-lutador cuja aparência assusta um pouco mas, com mais alguns minutos de entrevista, percebemos sua sensibilidade. E o próprio Mike concorda com isso. "Quando eu comecei no boxe eu não tinha consciência como ser humano, só pensava em mim mesmo". 

Ao falar do Brasil, o campeão era só elogios. "O Brasil é lindo! cheio de pessoas bacanas e felizes". Como prova de que o sentimento dos brasileiros é repíproco, Huck contou que por aqui muitos brasileiros já foram registrados com o nome de Mike Tyson - informação que deixou o atleta incrédulo. Na brincadeira, o apresentador mostrou vídeos de alguns 'Tysons tupiniquins' que fizeram perguntas ao xará. Ele explicou, por exemplo, sobre a tatuagem que possui no rosto. "Ela representa quem eu sou de verdade. Uma pessoa nada convencional". 

De presente, Mike ganhou de Luciano uma camiseta personalizada da seleção brasileira e, de quebra, recebeu um convite inusitado. Cantar Garota de Ipanema no palco do Caldeirão. "Depende do valor do cheque", brincou o ex-lutador. Após muita conversa, ficou acertado que Tyson viria ao Brasil para encarar mais esse desafio em sua vida. Na última sexta-feira, 18, ele gravou sua participação na atração que será exibida no próximo sábado, 26. Imperdível!