Revista CARAS
Busca
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Michael Jackson: advogado rebate acusações de abuso infantil contra o cantor

‘Quatro anos depois da morte de Michael, ele faz essa alegação triste e pouco confiável ‘, diz Howard Weitzman, advogado de Michael Jackson, sobre acusações do coreógrafo Wade Robson

Redação Publicado em 08/05/2013, às 20h48 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Michael Jackson - Getty Images
Michael Jackson - Getty Images

No início desta semana, o advogado de Michael Jackson (1958 - 2009), Howard Weitzman, rebateu as acusações de abuso infantil contra o cantor feitas pelo coreógrafo Wade Robson, que conheceu o astro da música quando tinha apenas cinco anos de idade.

“Este é o jovem que testemunhou duas vezes nos últimos vinte anos e sempre declarou em suas entrevistas que Michael Jackson nunca fez nada inapropriado para ele ou com ele. Agora, quase quatro anos depois da morte de Michael, ele faz essa alegação triste e pouco confiável”, afirmou Howard em entrevista ao site internacional TMZ.

Vale lembrar que, no ano de 2005, Wade Robson chegou a testemunhar a favor de Michael Jackson em uma acusação de abuso sexual, com depoimentos bem diferentes das declarações usadas quando pediu na semana passada uma indenização por abusos sofridos pelo músico em sua infância.

No entanto, Henry Gradstein, advogado de Wade Robson, também em entrevista ao TMZ, explicou as versões do dançarino. “No ano passado, ele entrou em colapso devido ao trauma sexual que havia vivido aos sete anos”, afirmou. “Wade vivia sob uma lavagem cerebral”, acrescentou Henry.

O coreógrafo, que também chegou a trabalhar com Britney Spears e 'N Sync, frequentou as diversas mansões de Michael Jackson dos sete aos 14 anos de idade.

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!