Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Marisol: estreia 'premiada' no cinema

Sucesso nas telinhas, Marisol nunca tinha encarado a rotina da sétima arte. Em sua primeira atuação, no divertidíssimo 'Família Vende Tudo', ela já levou uma estatueta pra casa de melhor atriz

Redação Publicado em 09/05/2011, às 20h24 - Atualizado às 22h14

Marisol Ribeiro. - BRUNP BARRIGUELLI/B.A.R., MARGARETH ABUSSAMRA/ABUSSAMRA PHOTOS E SAMUEL CHAVES/S4 PHOTO PRESS
Marisol Ribeiro. - BRUNP BARRIGUELLI/B.A.R., MARGARETH ABUSSAMRA/ABUSSAMRA PHOTOS E SAMUEL CHAVES/S4 PHOTO PRESS
Marisol Ribeiro nunca havia 'experimentado' cinema. De repente, ela foi lá e fez e voltou para casa com um ar de satisfação. Pela primeira vez nas telonas, em Família Vende Tudo, Marisol, além do ar de satisfação, também levou para sua residência o prêmio de melhor atriz do Festival de Cinema de Pernambuco. Muito bem dividido com a companheira de profissão Leandra Leal, que recebe o troféu pela brilhante atuação em Estamos Juntos. "Houve empate. Acho que foi a primeira vez que isso aconteceu. Mas isso foi uma honra para mim, porque eu admiro muito o trabalho da Leandra]", afirmou Marisol. Marisol esteve em Recife como representante do filme, tanto na estreia do festival quanto no dia da exibição. Ela, que nunca havia estado na cidade, não pôde ficar mais de dois dias, por conta de seus compromissos com o trabalho em Morde & Assopra. "Não conhecia a cidade. Foi a primeira vez que estive lá. O festival grande, de prestígio. O público foi muito receptivo, foi bem bacana", disse a atriz, que, encantada com a região aproveitou para passear todo o pouco tempo livre que teve. Chegou inclusive a visitar Olinda. No filme, a atriz faz parte de um núcleo familiar de 'muambeiros', que compra mercadoria no Paraguai e revende em São Paulo. Tudo ia bem, até que em uma dessas viagens, acontece aquilo que todo comerciante que atravessa a Ponte da Amizade (divisa entre Brasil e Paraguai) teme: a família é pega durante a travessia, perde toda a mercadoria e, consequentemente, todo seu capital. Sem dinheiro, eles resolvem investir na 'carreira' de Lindinha (personagem de Marisol) como mulher de homem rico. "Fiquei superfeliz. Foi um presente gigante me transformar nesse personagem, que é engraçado, que é de comédia", elucidou. A família arquiteta o 'golpe da barriga', que precisa ser executado com o ídolo da menina, o cantor Ivan Carlos, interpretado por Caco Ciocler, que também levou o prêmio de melhor ator. "Dos cantores contemporâneos, Ivan Carlos pode ser comparado ao Latino", explicou ela.