Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Maria Mariana retoma sua carreira artística com o monólogo 'Barco de Papel'

Com monólogo 'Barco de Papel', Maria Mariana retoma a profissão

Redação Publicado em 18/09/2012, às 17h52 - Atualizado em 21/09/2012, às 10h39

Entre o marido, André Pessanha, o pai, Domingos Oliveira, e a madrasta, Priscila Rozembaum, a atriz e autora de Barco de Papel festeja a estreia carioca após uma década dedicada
aos quatro filhos. - Ivan Faria
Entre o marido, André Pessanha, o pai, Domingos Oliveira, e a madrasta, Priscila Rozembaum, a atriz e autora de Barco de Papel festeja a estreia carioca após uma década dedicada aos quatro filhos. - Ivan Faria

Após cerca de uma década dedicada à família, Maria Mariana (39) retoma a carreira artística com a estreia, no Rio, do seu monólogo Barco de Papel. Autora nos anos 1990 de Confissões de Adolescente, sucesso teatral que virou seriado na TV, ela fala agora da mulher madura. Na plateia, o pai, Domingos Oliveira (75), estava emocionado. “Ela é muito forte. Largou tudo para casar e ter filhos. Tenho quatro netos, Clara, 12 anos, Laura, 10, Gabriel, 8, e Isabel, 5”, disse o diretor, ator e dramaturgo, ao lado da mulher, a atriz Priscila Rozembaum (52), e do genro, o médico André Pessanha (55). “Esse projeto é mais do que uma peça para mim. Tem todo o contexto do ser humano que está aqui atrás da atriz”, afirmou Maria Mariana.