Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Mari Fusco: ‘A melhor fase da minha vida’

Prestes a estrelar um longa, a modelo e atriz diz que está em um momento de 'paz, dedicação e estudo'

Redação Publicado em 03/07/2011, às 14h05 - Atualizado às 14h28

Mariana Fusco: em sua melhor fase - GRAÇA PAES/PHOTO RIO NEWS
Mariana Fusco: em sua melhor fase - GRAÇA PAES/PHOTO RIO NEWS

Triângulo amoroso, polêmicas e troca de ‘alfinetadas’ públicas são coisas que, para Mariana Fusco (21), ficaram para trás. Três meses após terminar seu relacionamento com o cantor Felipe Dylon (23) e poucos dias após ele anunciar seu noivado com Aparecida Petrowky (26), a modelo diz que o assunto está resolvido e não fala mais do passado “por motivos judiciais”. Ela agora está concentrada na carreira profissional, em busca do sonho de se tornar uma grande atriz. “Estou numa fase de muita paz, dedicação, trabalhos e de muito estudo. Essa está sendo a melhor fase da minha vida”, disse a CARAS Online.

Para isto, Mariana participou na última semana de um workshop com Fátima Toledo, preparadora de elenco de Tropa de Elite, está recorrendo à fonoaudióloga para anular o sotaque curitibano, faz curso de interpretação para a TV na escola da conceituada diretora Cininha de Paula e logo deve afivelar as malas rumo à Los Angeles, nos Estados Unidos, para mais um workshop. “Devo ficar lá 30 dias. No final do ano começo a gravar um longa com o nome provisório ‘O Contador’, de Alexandre Helfer. Serei uma das sete mulheres protagonistas. Estou contando os dias para dar início a esse trabalho”, conta.

Como inspiração na carreira de atriz Mariana escolheu ninguém menos que Fernanda Montenegro, a diva da televisão, teatro e cinema brasileiro. “Sempre que posso, leio sobre ela e fiquei impressionada quando a ela disse em uma entrevista que ‘mesmo as divas tropeçam em cena, sofrem acessos terríveis de tosse, esquecem o texto, temem não dar conta do recado’. Se ela pensa assim, essa já é uma grande lição para a minha vida, na carreira que escolhi seguir. Por isso quero estudar muito e temer sempre”, afirma.

Na vida pessoal, ela apenas quer sossego. “Tenho só 21 anos, então creio que na minha vida pessoal muitas coisas vão acontecer ainda, mas quero, em primeiro lugar, sempre poder estar perto da minha mãe, da minha família e também dos meus verdadeiros amigos”, diz.  “O restante, com muita determinação, tenho certeza que vou conquistar e viver o melhor de Deus”, finaliza.