Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Ana Furtado aplaude Plácido Domingo em Fortaleza

Plácido Domingo se apresenta no centro de eventos do Ceará

Redação Publicado em 28/08/2012, às 15h15 - Atualizado em 20/09/2012, às 23h08

- - Caio Guimarães
- - Caio Guimarães

Assim que Plácido Domingo (71) pisa no palco, a plateia parece hipnotizada, deslumbrada pela presença do ilustre tenor espanhol. Ele dá alguns passos até o centro do anfiteatro e, acompanhado da Orquestra de Câmara Eleazar de Carvalho, entoa seu vozeirão, que preenche o amplo espaço, como em um ritual que magnetiza o olhar dos 3 000 convidados da apresentação técnica do Centro de Eventos do Ceará, em Fortaleza. “Além de ser um talento extraordinário, um dos maiores tenores que já existiu e que ainda está vivo, o Plácido é uma simpatia. Fiquei encantada. Que homem querido, gentil e simples”, enaltece Ana Furtado (38), mestre de cerimônias do evento, que teve ainda aclamado show de Tom Cavalcante (50). “Foi com chave de ouro que o CEC foi aberto, um presente para todos”, completa a apresentadora do Vídeo Show.

Além de clássicos como Besame Mucho e Over The Rainbow, do filme O Mágico de Oz, Plácido surpreendeu e conquistou os brasileiros ao entoar Garota de Ipanema e Aquarela do Brasil, músicas que tiveram o coro dos fãs. “É uma grande alegria me apresentar aqui, em um evento tão importante. Pensamos em repertório especial e ficamos cada vez mais entusiastas da música brasileira; pelo visto o público não queria que deixássemos o palco”, vibra o tenor, que acatou aos consecutivos pedidos de bis e voltou cinco vezes após a anunciada última canção. “Nunca tinha estado em Fortaleza, estou tendo dias muito agradáveis e espero voltar. Em 2014, quando o Brasil sediar a Copa do Mundo, venho para assistir a final entre Brasil e Espanha”, promete um sorridente Plácido, outrora com a sobriedade inerente a um diretor geral da Ópera de Los Angeles. “Para a estreia deste espaço, fizemos questão de trazer um artista internacional e um cearense também, para mostrarmos a nossa arte”, frisa Cid Gomes (49), governador do Ceará, que, acompanhado de sua Maria Célia (31), aplaudiu efusivamente as apresentações da noite. “Fiquei nervoso ao fazer meu show aqui na minha terra. Deu um frio na barriga ainda maior”, revela Tom Cavalcante, ao lado de sua Patrícia (36). “Foi um bom motivo para voltar à Fortaleza, mas sempre tem um bairrismo, uma vontade de mostrar que cresceu, que evoluiu, que está fazendo uma performance com mais qualidade”, explica o humorista. “Estou muito feliz, com muita paz e em um momento muito família. Vou terminar esse ano fora da TV, fazendo minha turnê de shows e ficando um pouquinho em casa quando der. A carreira exige muita disciplina, chega uma fase em que você precisa ficar em cima de um coqueiro observando o mundo, coqueiro cearense, é claro”, brinca ele, longe da TV desde a saída da Record, em 2011.

O empresário João Doria Jr. (54), o embaixador do Ceará e promoter Lázaro Medeiros (61) e o executivo Caio Luiz de Carvalho (61) se surpreenderam com a magnitude do Centro de Eventos do Ceará, o segundo maior e o mais moderno da América Latina. “Com um centro de convenções desta dimensão, Fortaleza vai ampliar o público que vem ao Ceará, aliando turismo a negócios e contribuir muito para irrigar a economia local durante todo o ano”, avalia Doria. “O Ceará vai ser a porta de entrada de todo o Nordeste e talvez até do País. Quem vem pra cá não quer ir embora”, arremata Lázaro, alegre com a novidade trazida por Bismarck Maia (55), secretário de Turismo do Ceará, e sua Glaucia Maia (51). “Pela primeira vez o Miss Brasil vai ser realizado fora do eixo Rio-São Paulo, neste espaço, já no mês que vem”, celebra, enfatizando que o Giro Cultural, o evento de inauguração oficial do espaço, levou grandes nomes como Daniela Mercury (47), MV Bill (38), Roberta Sá (31) e a banda Os Paralamas do Sucesso ao CEC.

“Este espaço vai atrair grandes eventos. Fico muito satisfeita que eu possa ter dado uma pequena contribuição à construção desse centro de eventos quando fui ministra do Turismo”, comemora Marta Suplicy (67), que esteve no cargo entre 2007 e 2008, acompanhada na festa pelo amado, Márcio Toledo (53). “A Copa do Mundo e as Olimpíadas são oportunidades únicas de apresentação do Brasil ao mundo”, relata Flávio Dino (44), presidente da Embratur. E vai ser durante o aguardado evento futebolístico que Plácido Domingo voltará ao Brasil, desta vez como turista, quando será apenas mais uma voz em meio à multidão de torcedores.