Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Mãe de Chorão pode não ir à missa de sétimo dia. ‘Ela está emocionalmente destruída’

Chorão tem duas missas de sétimo dia, mas sua mãe, dona Nilda, não deve ir à nenhuma. ‘Ela está emocionalmente destruída’, conta Sonia Abrão, prima do falecido cantor

Redação Publicado em 13/03/2013, às 18h16 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

Dona Nilda chora a morte de seu filho, Chorão - Vagner Campos e Francisco Cepeda, Léo Franco e Thiago Duran/AgNews
Dona Nilda chora a morte de seu filho, Chorão - Vagner Campos e Francisco Cepeda, Léo Franco e Thiago Duran/AgNews

Duas missas de sétimo dia do cantor Chorão (1970-2013) são realizadas nesta quarta-feira, 13, em Santos, uma organizada pela família do artista e outra pelos integrantes do Charlie Brown Jr.. “Na verdade há missas pelo Brasil inteiro em homenagem a ele, mas a oficial é a da banda, aberta aos fãs, na Ponta da Praia. A outra missa é mais para a família, foi um pedido da minha tia, que não tem condições de enfrentar multidão novamente”, conta Sônia Abrão (54), prima do falecido músico, em entrevista à CARAS Online.

A apresentadora contou que a mãe de Chorão, Dona Nilda (76), ficou traumatizada com a quantidade de pessoas no enterro, realizado na ultima quinta-feira, 7, e pode não ir à missa de sétimo dia. “Eu mesma, que iria nas duas missas, não vou mais em nenhuma, porque minha mãe está mal com tudo isso. Acho que minha tia também não vai, ela está mal mesmo. Se nós estamos mal, imagina ela que é mãe”, pondera.

Emocionalmente abalada, Dona Nilda foi ainda hospitalizada depois do enterro de Chorão, uma vez que quebrou o ombro ao desmaiar. “Ela está sofrendo muito, além do choque da morte, ela, que já teve um AVC, quebrou o ombro quando chegou em casa, depois do enterro. Ela apagou, caiu e quebrou o ombro. Ficou no hospital até domingo. Agora ela está estabilizada clinicamente, mas emocionalmente ela está destruída”, relata Sonia.

“Ela está em choque, briga com Deus, não acredita que isso tinha realmente acontecido. Eu também estou péssima, até converso bem sobre isso, mas não posso ouvir uma música que desabo. A saudade está monstruosa, nem parece que faz só uma semana que ele se foi", desabafa.