Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARAS

Lima Duarte recebe homenagem em São Paulo

Jockey Club de SP exalta a paixão do astro Lima Duarte

Redação Publicado em 10/05/2012, às 11h53 - Atualizado em 11/05/2012, às 05h11

Após um páreo, ele reverencia Capace e o jóquei F. Larroque. Celebra com Júlia e Laura. - Marco Pinto
Após um páreo, ele reverencia Capace e o jóquei F. Larroque. Celebra com Júlia e Laura. - Marco Pinto

Intérprete de personagens que marcaram a história da teledramaturgia brasileira, como Zeca Diabo, Sinhozinho Malta e Sassá Mutema, Lima Duarte (82) foi laureado por uma de suas grandes paixões na vida real: os cavalos. Na tarde da terça-feira, 1º de maio, o ator mineiro foi o centro das atenções no Jockey Club de São Paulo, que promoveu a homenagem e rebatizou os 10 páreos do dia com nomes de novelas estreladas por ele. Eduardo da Rocha Azevedo (63), presidente do Jockey, Luís Carlos Rosa (48), diretor social, e Jair Balla (54), coordenador geral da TV Jockey, entregaram placa comemorativa ao ídolo, que a recebeu visivelmente emocionado.

“O gosto pelos cavalos começou, como diria Nelson Rodrigues, 500 anos antes do nada. Eu sou do interior, sempre tive paixão por animais”, disse Lima. “Tenho cavalos aqui há 38 anos, hoje são cinco. Eu sempre estou no Jockey, tenho prazer de andar por aqui”, acrescentou o ator que, apesar da grande torcida, viu seu imponente Varietal perder um páreo para o adversário Capace, montado por F. Larroque. “Essa homenagem é uma forma do Jockey agradecer a pessoas que nos prestigiam e apreciam os animais. O primeiro foi o Lima, devemos pensar em outros”, comentou Eduardo.

Bem-humorado, Lima Duarte circulou ladeado pelos filhos Mônica (58), Júlia (36) e Pedro Martins (39) — Débora Duarte (62) teve compromissos no Rio —, e pela neta Laura (12). “Se ele está em São Paulo, é fácil encontrá-lo aqui no Jockey. Sua paixão por cavalos é tanta que também faz parte da vida dos filhos e netos”, contou Mônica.