Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARAS

LARISSA MACIEL MARCA O SEU CASAMENTO

Romantismo de Saint-Paul de Vence, na França, inspira a atriz e André Surkamp

Redação Publicado em 09/06/2009, às 10h36 - Atualizado em 10/06/2009, às 18h10

Diante da vista da cidade medieval, toda cercada de muros, o casal conta que após nove anos de namoro sobe ao altar no mês de setembro, em Porto Alegre (RS). - MARTIN GURFEIN
Diante da vista da cidade medieval, toda cercada de muros, o casal conta que após nove anos de namoro sobe ao altar no mês de setembro, em Porto Alegre (RS). - MARTIN GURFEIN
As vielas de Saint-Paul de Vence já inspiraram gênios da arte como Van Gogh e Paul Gauguin. O clima poético da cidade, fundada no século IX entre os Alpes e a Riviera Francesa, também motivou a atriz Larissa Maciel (31) a anunciar pela primeira vez que marcou seu casamento para setembro. "Minha alma é romântica, como esse lugar", afirmou, abraçada ao administrador André Surkamp (30), seu namorado há nove anos. "Casar é uma vontade mais minha do que dele. Para me fazer feliz, ele aceitou. Acho importante valorizar o ritual e o simbolismo", justificou ela, que brilhou como a cantora Maysa (1936- 1977) na TV. A cerimônia será em Porto Alegre, onde os dois se conheceram e viviam até a atriz se mudar para o Rio, há quase um ano e meio, para gravar a minissérie. "Sou católica e André, luterano, por isso optamos por uma bênção. Mas usarei vestido de noiva, do Walter Rodrigues. É meu ideal romântico", adianta sobre a festa, com cerimonial e decoração de Elvio Sobucki e Fátima Rosart's. - Foi difícil morar em cidades diferentes por um ano e meio? - É difícil, mas temos uma relação de cumplicidade forte. Sinto muita falta, principalmente na hora de dormir (risos). André - Não ficamos grandes intervalos de tempo longe, sempre viajávamos para nos rever. E nos falávamos todos os dias. - A distância muda a relação? - O que mudou é que agora temos muitas saudades. Antes, não dava tempo de sentir. Mas não parece que se passaram nove anos. Não nos acomodamos na relação. André - Tudo enfatiza a solidez e a certeza do que sentimos. - E pensam em filhos? - Queremos sim. Mas primeiro quero me estabilizar profissionalmente e só engravidar aos 35. - O fato de terem profissões diferentes ajuda ou atrapalha? - Nunca pensei nisso... Acho que ajuda. Sempre temos novidades para contar. E André também é músico. Temos muitas coisas em comum, a arte é uma delas. - Desde o início tiveram essa cumplicidade? - A primeira vez que olhei para o André, vi que era o homem da minha vida. Não tínhamos nem conversado. Pode parecer bobagem, mas aconteceu. - E quem iniciou a 'azaração'?André - Eu ... (risos), apesar de ela ter passado a impressão de inatingibilidade. Sempre teve uma maneira elegante de se portar. Larissa - Nos conhecemos de forma insólita, nem um pouco glamourosa. Foi na fila de banheiro em um bar. Isso é a prova de que podemos encontrar o amor de nossa vida em qualquer lugar mesmo... Minha mãe contou que quando viu meu pai foi amor à primeira vista. Foi a mesma sensação que tive. E achei a abordagem do André engraçada e bonitinha, passamos a noite inteira conversando e depois começamos o namoro. - André, você tem ciúmes? - Me acostumei. O que acontece em cena, é cena. Ela é uma profissional , compreendo. Larissa - E fora do trabalho não dou motivos para ciúmes. - André, no lançamento de Maysa você não quis aparecer... - A estrela é ela, fiquei quieto. - Hoje, o que ficou de Maysa? - Uma exposição incrível e um trabalho de atriz que foi tudo o que imaginava, de pesquisa e execução. O resultado ficou proporcional à entrega que tive, ao processo longo e cuidadoso de elaboração. - E qual a expectativa para o próximo trabalho? - Tenho contrato com a Globo por mais um ano. E estou com disposição e muita saudade para fazer teatro. Gostaria de voltar este ano. Estou lendo um texto de realismo fantástico adaptado por Denise Bandeira, A Eva Futura. Estou muito estimulada, embora ainda não tenha data para a estreia. - E na TV, o que deseja fazer agora? - Algo mais leve, engraçado. Acho que as pessoas se surpreenderiam. Gosto de comédia. E qualquer coisa que faça já seria totalmente diferente de Maysa. - A cobrança será maior? - Talvez a expectativa seja grande, todos perguntam quando volto à TV. Essa ansiedade me emociona. Mas eu me conheço. Me jogo no que faço. Quero fazer da mesma forma que fiz Maysa. Espero que o resultado seja tão bacana.