Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Kirsten Dunst: 'Von Trier ainda é amigo'

Após desconforto com o cineasta Lars von Trier, Kirsten Dunst defende colega. “Ele só estava tentando fazer as pessoas rirem”, afirmou.

Redação Publicado em 03/06/2011, às 15h52 - Atualizado às 16h14

Kirsten Dunst divulga 'Melancolia', de Lars von Trier - Getty Images
Kirsten Dunst divulga 'Melancolia', de Lars von Trier - Getty Images
O constrangimento de Kirsten Dunst, enquanto o cineasta dinamarquês Lars Von Trier fazia comentários polêmicos em Cannes, era nítido. Ao lado do diretor, a atriz franzia a testa, dava risadas sem graça e tentava impedir von Trier de continuar seu discurso bombástico. Era a coletiva de imprensa do novo filme do dinamarquês, Melancolia, que traz Kirsten como uma das protagonistas, ao lado de Charlotte Gainsbourg. Depois que Lars declarou ser nazista, prestou apoio a Adolf Hitler e disse que os israelenses são 'um pé no saco', Dunst se pronunciou contra o colega. "Com o nazismo não dá para brincar", declarou na época do festival de cinema, há cerca de um mês. Por conta dessas declarações, o diretor foi banido do evento. Em uma entrevista recente ao jornal Evening Standard, contudo, a atriz voltou atrás e tentou defender von Trier, justificando que o diretor fez uma piada de mau gosto. "Lars diz muitas coisas bobas. Ele estava tentando fazer as pessoas rirem, mas aquele não era o público certo", interveio. Segundo Kirsten, o cineasta permanece sendo seu colega, uma vez que não se sentiu agredida com os comentários feitos em Cannes. "Ele não disse nada que tenha me ofendido. Fiquei chateada e chocada na hora, mas já superei. Lars ainda é um amigo", complementou a moça, que recebeu o troféu de melhor atriz em Cannes por sua interpretação em Melancolia.