Revista CARAS
Busca
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Os solidários Juan Alba e Danielle

Com Roberto Justus e Otávio Mesquita em show do bem

Redação Publicado em 01/06/2010, às 17h45 - Atualizado em 07/06/2010, às 17h30

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Danielle Dahoui e Juan Alba. - MAURÍCIO CASSANO
Danielle Dahoui e Juan Alba. - MAURÍCIO CASSANO
Comovido com a causa, ajudar 2500 vítimas do terremoto ocorrido em fevereiro no Chile, Juan Alba (45) e a amada, Danielle Dahoui (41), participaram da Virada Beneficente A, realizada dias 28, 29 e 30 de maio no Ávila Restaurante, em São Paulo. "A iniciativa é maravilhosa e a causa, supernobre", diz o apresentador do game show O Preço Certo, da Record, sobre a maratona de 53 horas ininterruptas de shows e entretenimento com o objetivo de angariar 900000 para construir 700 casas em parceria com o Instituto Ressoar. A convite dos empresários Guillermo Ávila (40), dono do restaurante e um dos organizadores do evento junto com Juan Navarrete (40), VP do grupo Obrela, Alba cantou o que define como "um repertório pop e black". Na plateia, ganhou o aplauso da namorada, dona do bistrô Ruella. Na noite Bossa Nova Night, quem também fez bonito foi Roberto Justus (55), que desfiou sucessos como What a Wonderful World, clássico imortalizado por Louis Armstrong (1901-1971), e Garota de Ipanema, de Tom Jobim (1927-1994), esta em homenagem à inspiradora da canção, Helô Pinheiro (66), mãe de sua amada, Ticiane (33). "As pessoas costumam ser solidárias no momento da tragédia, por isso é interessante fazer algo passados três meses do terremoto", pontua o empresário e apresentador do 1 Contra 100, do SBT, acrescentando que não é a primeira vez que canta para Helô. "O diferente hoje é a presença da família Lima", anuncia, referindo-se aos músicos Lucas (27), José Carlos (58), Moisés e Allen (36), que, incansável, produziu a reunião do grupo. No palco, Helô exultava. "Garota de Ipanema é a segunda música mais tocada no mundo e ter meu genro cantando-a para mim é um presente", agradece. "Fico feliz de meu marido homenagear minha mãe, um ícone para mim", diz a mãe de Rafaella (10 meses). "Estou babando pela minha filha", entrega Justus. Otávio Mesquita (50), com sua Melissa Wilman (34), aplaudia talentos como o saxofonista Caio Mesquita (19). "Vim gravar o programa e prestigiar os amigos", conta Otávio.