Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Joss Stone fica frente a frente com homens que planejavam matá-la

A cantora Joss Stone esteve em um tribunal nesta terça-feira, 19, para a sessão de julgamento de dois homens presos em 2011, acusados de planejar o sequestro e morte da inglesa

Redação Publicado em 19/03/2013, às 16h42 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

Joss Stone - Léo Franco/AgNews
Joss Stone - Léo Franco/AgNews

Joss Stone (25) ficou frente a frente no tribunal nesta terça-feira, 19, com os dois homens acusados de planejarem o sequestro e morte da cantora. Kevin Liverpool (35) e Junior Bradshaw (32) foram detidos em 13 de junho de 2011, dentro de um carro, perto da casa onde a cantora mora em Davon, no sudoeste da Inglaterra. Com eles, a polícia encontrou uma espada de samurai, dois martelos e uma faca. Segundo a Fox News, eles começaram a planejar o crime em janeiro de 2011.

No dia em que os homens foram presos, Joss estava em casa. Mas ela só tomou conhecimento do perigo quando foi avisada pela polícia, horas após eles terem sido presos. "Tirando o fato de que alguém veio até mim para dizer que estavam tentando me matar, foi um dia muito bom", disse a cantora na corte, de acordo com o tabloide britânico The Sun. "Moro em Devon há bastante tempo e ninguém costuma trancar as portas. Eu tinha um alarme, mas nem usava muito. Não tinha tranca na porta, mas agora tenho", completou.

Com os dois homens que estão sendo julgados, também foram encontrados bilhetes que diziam que Joss Stone seria decapitada por causa do relacionamento dela com a realeza britânica. A cantora inglesa já cantou como convidada em vários eventos beneficentes promovido pela família real e se apresentou, inclusive, no casamento do Príncipe William (30) com Kate Middleton (31), em abril de 2011.