Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Itens da casa de Michael Jackson são arrematados em leilão

Cerca de 500 itens da casa alugada por Michael Jackson em Los Angeles (onde cantor foi encontrado morto em 2009) foram arrematados por US$ 1 milhão

Redação Publicado em 19/12/2011, às 15h54 - Atualizado em 08/08/2019, às 15h43

Michael Jackson - Getty Images
Michael Jackson - Getty Images

Itens da residência que Michael Jackson (1958 - 2009) alugou em Los Angeles, usada por ele enquanto o astro pop se preparava para sua mais nova turnê e onde, em 2009, ele foi encontrado morto por conta de uma overdose de remédios, foram arrematados no último final de semana, informaram as agências internacionais.

Cerca de 500 itens foram leiloados, arrecadando um valor de US$ 1 milhão. Boa parte dos objetos, em sua maioria pinturas, móveis e decorações, pertenciam à residência, não sendo, necessariamente, itens pessoais do cantor. Entre as peças, foram arrematadas uma cômoda com as palavras ‘Treine. Perfeição. Março, Abril completo, Maio' escritas à mão pelo cantor – provavelmente uma referência à rotina de ensaios para a turnê - um galo de cerâmica com um quadro negro onde os filhos de Michael escreveram mensagens para o pai (“Amo meu pai. Sorria, é de graça”), cadeiras sujas de maquiagem, um relógio do século 18, um quadro do século 16, entre outros itens.

“Qualquer objetivo associado ao Michael Jackson é colacionável”, contou Darren Julien, o leiloeiro.

A cama na qual o astro foi encontrado morto estava, a princípio, na lista de peças para serem leiloadas. A pedido da família de Michael, no entanto, o item foi removido da listagem.