Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Hebe Camargo recebe comenda do Estado de São Paulo

A apresentadora brilha em noite de homenagem com o casal Paulo Goulart e Nicette Bruno e Manoel Carlos

Redação Publicado em 27/09/2010, às 22h25 - Atualizado em 03/10/2010, às 21h38

O governador Alberto Goldman e Hebe - ORLANDO SILVEIRA/ AGNEWS
O governador Alberto Goldman e Hebe - ORLANDO SILVEIRA/ AGNEWS
Dona de um alto astral contagiante, a apresentadora Hebe Camargo (81) foi uma das 16 personalidades premiadas na entrega da Ordem do Ipiranga, no Salão dos Pratos, no Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo. "Estou com minha medalha no peito, mas até agora não estou acreditando que fui agraciada, com essas personalidades que estão aqui. Juro, nunca acho que estou preparada para um momento como este. Do fundo do meu coração, tenham certeza de que saio daqui hoje muito emocionada e feliz com meu presente. Muito obrigada, sempre", diz a estrela do SBT, que recebeu a outorga Grã-Cruz do governador do Estado de São Paulo, Alberto Goldman (72), acompanhado da elegante mulher, Deuza Goldman (58). "São as pessoas que fazem com que o Brasil possa ser considerado realmente um país que produz das melhores figuras em todas as áreas", discursou o governador, ao começar a entrega da honraria mais elevada do Estado. Na TV desde sua inauguração no Brasil, há 60 anos, Hebe tem mostrado cada vez mais disposição e vitalidade após ser curada de um câncer no peritônio - a membrana que envolve os ógãos do abdome - no início do ano. "O fato de ter tido esse problema de saúde fez com que eu servisse de exemplo. Pude levar a esperança para outras pessoas com câncer", festeja a loira, sempre simpática, que pinçou do armário tailler bordado com paetês e exuberante casaco de pele vermelho. "Me sinto plena, pois faço o que gosto. Para ter tanta disposição, tomo meus remédios direitinho, me alimento bem e durmo divinamente, feito uma bonequinha", completa ela. Além de Hebe, o casal de atores Paulo Goulart (77) e Nicette Bruno (77), o autor de novelas Manoel Carlos (77), as cantoras Céline Imbert (57) e Rosana Lamosa (45), o maestro Roberto Minczuk (43), o diretor teatral Jorge Takla (34), e o sambista Nenê (89), da escola de samba Nenê de Vila Matilde, também foram homenageados. "Sem dúvida, é um prêmio muito importante, é uma honra recebê-lo. Fico muito agradecida e emocionada por ter sido escolhida e estar entre tantas pessoas grandiosas recebendo esta condecoração. É um estímulo para nós, artistas, nos empenharmos cada vez mais em nossas funções sociais", enfatiza Nicette, no ar em Ti Ti Ti. "Nós vivemos de uma forma muito intensa o presente. Esta noite ficará gravada na minha memória. Um evento dessa natureza e o registro dele sedimentam toda a nossa história", emenda Paulo, laureado pelo prefeito de São Paulo Gilberto Kassab (50). Acompanhado dos filhos Júlia Almeida (27), com a perna imobilizada devido a uma torção no joelho durante aula de dança, e Pedro Almeida (17), Manoel Carlos ficou exultante com a homenagem. "São Paulo é o Estado onde eu nasci e este reconhecimento vir daqui tem uma importância muito grande. Recebo esta homenagem como fruto do meu trabalho, com o qual sempre prestigio e favoreço socialmente alguma coisa", ressalta o autor de novelas como Viver a Vida, Páginas da Vida e Laços de Família.