Revista CARAS
Busca
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

HAUTE COUTURE FALL 2010: GIVENCHY

por <b>Bia Paes de Barros</b> Publicado em 24/08/2009, às 13h32 - Atualizado às 14h27

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Invasões bárbaras e puro fetiche com pitadas de fetichismo e uma viagem às tribos marroquinas, o estilista Riccardo Tisci propõe um inverno audacioso e forte. Trabalha a estrutura dos ombros em blazers e vestidos e os volumes armados das saias. Sobre toda essa rigidez de formas, leves tecidos transparentes revelam a sua sensibilidade feminina. Com uma coleção preta, branca, nude e dourada - graças aos bordados e às aplicações de tachas -, ele consegue unir austeridade e leveza em peças que revelam o corpo de forma gradativa. O melhor exemplo disso é o vestido de paetês todo fechado na parte de cima e com uma nada discreta fenda na saia. Bem que os looks-festa poderiam ser menos inesperados como este. Inesperados são também os modelos com silhueta ajustada e ao mesmo tempo solta. Seus recortes revelam frestas de pele e pedrarias aplicadas dão tom hard aos modelos. Se para os longos a ordem é mostrar, para as calças a única marcação fica na cintura. Elas vêm com gancho baixo, muito volume nos quadris e barras ajustadas. Seus tops podem ser blazers de veludo próximos ao corpo ou simplesmente uma boa segunda pele de gola alta. Sem falar nos cintos com detalhes pontiagudos, que mais parecem armas de guerra. Acessório que certamente entrará para a wish list das fashionistas de plantão, já que o visual rocker está totalmente em alta. Ainda nos complementos, as ankle boots da Givenchy são bordadas e com formas larguinhas. E, para entrar no clima das "invasões bárbaras", as botas de cano longo e os braceletes pesados não poderiam ficar de fora. Jaquetinhas cheias de recortes e estruturas rígidas também devem virar figurinha carimbada nas produções que misturam romantismo e sensualidade. Os contrastes de pesos e cores fazem desta coleção puro luxo contemporâneo. Criam desejos fora do esperado e trazem em cada look nova forma de enxergar a alta costura. A possibilidade de realmente criar conceitos e ditar tendências, deixando de lado as tradições com toda a sua capacidade de modernizar. Para Tisci, esta é uma missão mais uma vez bem-sucedida. Viva!