Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARAS

Giulia Gam: vivendo o agora no amor

Namorando desde maio, Giulia Gam conta como conheceu o norte-americano Stephen Bocskay, e como está a relação dos dois

Redação Publicado em 19/08/2011, às 16h04 - Atualizado em 08/08/2019, às 15h43

Stephen Bocskay e Giulia Gam - Gabriel Chiarastelli
Stephen Bocskay e Giulia Gam - Gabriel Chiarastelli

A atriz Giulia Gam (44) não poderia estar mais feliz em nova fase de sua vida. Prestes a estrelar um dos episódios do seriado As Brasileiras, da Globo, ela se mostra muito feliz no amor, já que está namorando o pesquisador e professor norte-americano Stephen Bocskay (35). Os dois estão juntos desde maio, mas se conhecem há dois anos. Como ele mora em Nova York, sendo que está no Brasil por um tempo para escrever sua tese de doutorado, Giulia ainda não sabe como será o relacionamento à distância.

“Somos namorados, temos uma relação (risos). Estamos juntos desde maio, quando nos reencontramos. Ele já foi e voltou pra Nova York, enfim, não sei exatamente do futuro, quando ele precisar ir, estou vivendo o agora, e agora está legal. (risos)”, contou, que apresentou o amado durante a estreia da peça Cartas de Amor para Stálin no Sesc Santana, em São Paulo, na noite de sábado, 13.

Giulia conta como se conheceram. “Nos conhecemos quando fui ler uns textos no Planetário do Geraldo Carneiro e do Salgado Maranhão. Várias atrizes leram e, de lá, fomos jantar. Achei interessante como ele falava bem o português, dele saber tanto do Brasil. Depois, no café, fui ver como é simpático também (risos)”, afirmou ela, que festeja o retorno dele ao Brasil. “Há pouco ele disse que viria passar um mês no Brasil e combinamos um café. E estamos tomando café até hoje (risos)”.

A artista ainda ficou muito feliz por ele ser de Nova York, um lugar que adora. “Eu tenho ligação forte com Nova York. Quando ele surgiu pensei "nossa, Nova York de novo na minha vida". E ele tem uma ligação forte no Brasil”.