Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Eilat: Onde a beleza do mar encontra a do deserto

Redação Publicado em 10/05/2011, às 19h02 - Atualizado às 19h03

Eilat: Onde a beleza do mar encontra a do deserto - SHUTTERSTOCK
Eilat: Onde a beleza do mar encontra a do deserto - SHUTTERSTOCK
Única saída de Israel para o Mar Vermelho, Eilat é há muito ocupada pelo homem. Tumbas de 9 000 anos foram encontradas lá. Na Bíblia, aparece como uma das paradas do Êxodo do Egito e o porto onde o rei Salomão teria contruído navios para trazer ouro da terra de Ophir. Antes de pertencer a Israel, passou pelas mãos dos romanos, dos turcos e dos ingleses. A cidade moderna, fundada em 1949, viveu das minas de cobre até os anos 1980. Hoje vive principalmente do turismo. Insólita mistura de deserto e mar, tem colinas de granito e uma rica reserva de corais, que pode ser contemplada do Observatório Submarino. Outra vista marcante de Eilat é a do parque King's City, na Lagoa Oriental, que imita o reino de Salomão. Erguido em 2005, custou 40 milhões de dólares.