Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Fernanda Montenegro inaugura Espaço Sérgio Britto no Rio de Janeiro

Durante a inauguração do Espaço Sérgio Britto, no Rio, Fernanda Montenegro falou sobre a nova versão de 'Guerra dos Sexos'. A atriz afirmou que é um erro chamar a história de remake. "É uma nova novela, estamos em outro tempo"

Redação Publicado em 17/09/2012, às 18h23 - Atualizado às 19h25

Fernanda Montenegro - Felipe Assumpção / AgNews
Fernanda Montenegro - Felipe Assumpção / AgNews

Foi com lágrimas nos olhos e muito emocionada que Fernanda Montenegro (82) inaugurou, na tarde da segunda-feira 17, o Espaço Sérgio Britto, no bairro da Glória, no Rio de Janeiro. Amiga de longa data do ator, ela falou da importância de Sérgio Britto (1923- 2011) na sua trajetória profissional e pessoal. “É uma comoção muito grande para mim ver mais esse espaço cultural, educacional da Cal. Conheci o Sérgio Britto em 1948, ele tinha uma irmã com o mesmo nome que eu, Arlete, meu nome é Arlete, que nasceu no mesmo dia e mesmo ano que eu, coisas que não se explicam”, disse, emocionada.

Fernanda contou como funcionava a parceria entre os dois. “Formamos um grupo e produzimos muito, ele liderava, programava peças, elenco, sem prepotência, tudo era discutido entre o grupo. O poder às vezes corrompe. Por isso, atravessamos uma vida não só de amizade, de fraternidade, família, dependência até, baseado numa limpeza de caráter. Estou hoje aqui, infelizmente sem ele. É uma lembrança de amigos que se foram. Quando vai um amigo desse, de 70 anos de amizade, vai uma vida com ele. Quis o destino  que eu estivesse aqui hoje, nessa escola que ele ajudou a criar, com todo coração", disse ela, com a voz embargada, aos cerca de 300 alunos da Casa das Artes de Laranjeiras, antes de começar.

Ao chegar, Fernanda conheceu todo o Espaço Sérgio Britto, onde a partir de agora funcionará a Faculdade Cal de Artes Cênicas. A atriz espantou-se ao saber que ela inauguraria o Espaço. “A abertura será hoje à noite?, perguntou a um dos diretores. "Não, a abertura é agora!", respondeu ele. "Agora?", surpreendeu-se.

Fernanda imaginava que faria somente uma aula inaugural e foi o que fez em seguida. Releu uma carta magna que fizera há 30 anos, quando foi aberto o primeiro ano letivo no espaço em Laranjeiras. A atriz foi muito aplaudida ao entrar na sala.

"Vou reler uma carta magna, sem pretensão, que fiz na Cal há 30 anos uns dois meses depois que inaugurou. Vou reler porque a base permanece a mesma. Depois, vou abrir para um bate-papo, responder as curiosidades dos alunos", contou, minutos antes de aula começar. Ela explicou que há anos faz um ciclo de oficinas de leitura dramática pelo Brasil. “Tenho o hábito de dar aula”.

A atriz disse aos jornalistas que está organizando um espetáculo sobre Nelson Rodrigues. Ela esta fazendo a adaptação e dirigirá o espetáculo que se chamara 'Nelson Rodrigues por ele mesmo', com o ator Otávio Augusto. Fernanda explicou que serão textos, depoimentos, confissões de Nelson. O projeto está previsto para o primeiro semestre do ano que vem.

Em plena atividade, ela disse que esta semana embarca para o Rio Grande do Sul, onde fará um telefilme dirigido por Jorge Furtado (53). Também revelou que tem conversado com Walter Salles (56) sobre um novo trabalho, mas ressaltou que o diretor ainda está muito envolvido com o ultimo filme dele, 'Na estrada'. “Cinema é assim mesmo, a gente conversa, depois volta a conversar, até sair", brincou.

Atriz comentou a nova versão de Guerra dos Sexos e afirmou que é um “erro” chamar de remake. "Fiz 'Guerra dos Sexos' com Paulo Autran(1922 - 2007) há 30 anos, não será a mesma novela. É um erro chamar de remake”. Silvio escreveu outra novela, Irene Ravache e Tony Ramos são sobrinhos daquelas pessoas. É uma nova novela, novo elenco, estamos em outro tempo, naquela época não tinha celular, Internet".