Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Famosos comentam jogo do Brasil

Uma série de celebridades comentou o empate por 2 a 2 entre Brasil e Paraguai, pela segunda rodada da Copa América; a maioria protestou

Redação Publicado em 09/07/2011, às 18h17 - Atualizado às 18h57

Fred comemora o gol de empate contra o Paraguai - Getty Images
Fred comemora o gol de empate contra o Paraguai - Getty Images

Pela segunda rodada da Copa América, o Brasil novamente decepcionou. Contra o Paraguai, em partida realizada no estádio Mario Alberto Kempes, em Córdoba, na Argentina, país-sede da competição, a equipe comandada por Mano Menezes (49) apresentou falhas na defesa e saiu de campo com um empate “vitorioso” por 2 a 2, já que o gol “salvador” saiu aos 44 minutos do segundo tempo.

Antes da partida, o ex-atacante Ronaldo Nazário (34) criava boas expectativas com o jogo. “Hoje o Paraguai vai sofrer! Meu palpite é que ganharemos de 3 a 0”, escreveu em seu perfil no Twitter. Mas depois de ver o placar final, ele publicou: "E aí galera, resultado ruim do jogo né? Vamos torcer para o próximo jogo ser melhor".

E durante a má atuação da Seleção Brasileira, os protestos começaram a surgir entre os famosos que acompanham o duelo e davam suas opiniões pelo microblog. O cantor Junior (27), ex-parceiro da irmã e cantora, Sandy (28), teclou: “Cadê a Marta para salvar?”, se referindo à camisa "10" da equipe feminina de futebol. E ainda lembrou-se de outro esporte que tem dado orgulho aos brasileiros. “Brasil, o país do vôlei!”.

Também se recordando das meninas, o repórter Celso Cavalini perguntou: "Deixa eu ver se eu entendi. O Brasil não vai passar da primeira fase da copa America? É isso?”.

O comediante Tom Cavalcante (49) ergueu sua oposição contra o atual técnico do time nacional. “O Mano tem que deixar de ser mano e ser Murici. Aí sim, a coisa funciona”, escreveu. Como também fez a cantora Alinne Rosa (29): “Seleção Brasileira perdendo para o Paraguai? É o fim dos tempos. Volta Dunga!”.

Assim que o Brasil conseguiu empatar a partida, em que perdia por 2 a 1, o músico e ator Evandro Mesquita (56) comemorou, puxando a "sardinha" para o atacante Fred (27), jogador do Fluminense, time do seu coração. “Eu sabia! Salvação Tricolor”.

Cássio Reis (33), disse o que todos gostariam de dizer. “Há "empates" que vem para o bem! Principalmente quando o chute sai errado!”.