Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

‘Existe uma conexão espiritual entre mim, Caetano, Gil e Bethânia’, diz Gal Costa

Em entrevista a Marília Gabriela, Gal Costa falou sobre maternidade, amizade com Gilberto Gil, Caetano e Maria Bethânia e até sobre experiência com drogas. 'Já experimentei LSD, mas nunca me viciei em nada. Eu tinha medo'

Redação Publicado em 11/12/2012, às 10h52 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

Gal Costa e Marília Gabriela - Carol Soares/ SBT
Gal Costa e Marília Gabriela - Carol Soares/ SBT

A cantora Gal Costa (67) foi entrevistada pela jornalista Marília Gabriela (64) para o programa De Frente com Gabi, do SBT, nesta quarta-feira, 12, às 0h30. Na atração, ela falou sobre a intensa amizade que tem com Caetano Veloso (70), Gilberto Gil (70) e Maria Bethânia (66).

“Acho que existe uma conexão espiritual entre mim, Caetano, Gil e Bethânia”, afirmou Gal, que atribuiu o mais novo e premiado trabalho, Recanto, à insistência de Veloso. “Foi ideia dele, porque eu estava cantando fora do Brasil. Minha conexão com Caetano vem de João Gilberto (81)”.

Com 32 discos gravados, Gal Costa declara que artistas brasileiros sofrem com o descrédito da mídia sobre os seus trabalhos. “A própria imprensa desvaloriza os músicos brasileiros frente os estrangeiros. Eu tenho um público americano cativo que gosta de mim e compra os meus discos”.

Ao falar sobre a vida pessoal, Gal afirma que nunca engravidou porque teve as trompas obstruídas e que sua mãe sempre pediu para ela adotar. Gabriel é o filho que eu sempre sonhei. Ele é um menino inteligente, totalmente do bem. Gostaria que ele fosse músico, um grande compositor”.

Sincera, a cantora também admite que experimentou drogas, mas que não chegou a se viciar. “Uma vez experimentei ¼ de LSD, mas nunca me viciei em nada. Eu tinha medo”.