Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

'Eu vou ao Rock in Rio, de ônibus'

Eu vou ao Rock in Rio, de ônibus. Essa é a campanha que a organização do festival vai promover para incentivar o uso do transporte público durante o evento

Redação Publicado em 03/05/2011, às 14h16 - Atualizado às 14h32

Katy Perry - Getty Images
Katy Perry - Getty Images
Eu vou ao Rock in Rio, de ônibus. Essa é uma das campanhas que a organização do festival vai promover para incentivar o uso do transporte público durante o evento, que vai acontecer entre nos dias 23, 24, 25 e 30 de setembro e 1º e 2 de outubro, na Cidade do Rock. Na coletiva, promovida na manhã desta terça-feira, 3, a empresária Roberta Medina falou sobre o sistema de transportes para o festival. Segundo ela, a área de entrada do evento será fechada ao tráfego - a Avenida Salvador Alliende, desde a esquina com a Avenida Embaixador Abelardo Bueno até o limite da Cidade do Rock. A maioria dos frequentadores do local deverá chegar de ônibus até o Autódromo de Jacarepagua, onde será instalado um terminal para atender à demanda de público. Além disso, os ônibus especiais, fretados exclusivamente para o evento, vão levar o público até a antiga cidade do rock, mais próxima ao local dos shows. A segurança está garantida para quem vai à Cidade do Rock. Segundo Roberta, três barreiras serão instaladas no caminho para a entrada dos shows, e apenas quem tiver o seu ingresso na mão, poderá circular no local. Estas barreiras serão montadas com profissionais de segurança pública e privada e voluntários do evento. A Fetranspor também vai incentivar o uso do transporte público, através da criação de um Riocard (cartão de acesso aos ônibus) especial para o evento. "Mas, quem quiser, pode usar o seu Riocard normal ou até mesmo o bilhete único", esclareceu o Subsecretário Municipal de Transportes, Carlos Maiolino. Quem for de carro deve ficar atento aos locais de estacionamento. Segundo a organização do evento, não haverá estacionamentos oficiais. E a Secretaria de Ordem Pública promete atuar com o 'choque de ordem', para evitar estacionamentos em locais proibidos. A estimativa de público é de cerca de 600 mil pessoas. Mas, nem isso deve ser motivo de preocupação. Segundo o subsecretário e a organização do evento, os ônibus - de linha ou especiais para o evento - vão funcionar até às 5h da manhã, três horas após o final do último show do Palco Mundo e uma hora após o encerramento das atividades da Cidade do Rock. Entre as atrações do festival estão Rihanna, Shakira, Guns N'Roses e Elton John, Cold Play, Katy Perry e muitos outros.