Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

ESTRELA INGLESA JOSS STONE FAZ REVELAÇÕES

ATRAÇÃO DO 6º SHOW PELOS 15 ANOS DE CARAS DIZ: "TENHO URGÊNCIA EM ME APAIXONAR E SER MÃE"

Redação Publicado em 12/06/2008, às 16h20

Alçada ao reconhecimento mundial aos 16 anos, a diva da soul music e R&B desembarca no país pela primeira vez para cinco shows, em quatro cidades, de 13 a 19 deste mês. - EMI Argentina
Alçada ao reconhecimento mundial aos 16 anos, a diva da soul music e R&B desembarca no país pela primeira vez para cinco shows, em quatro cidades, de 13 a 19 deste mês. - EMI Argentina
Linda e talentosa, a cantora inglesa Joss Stone (21) está prestes a visitar o Brasil pela primeira vez. A jovem diva da soul music e R&B será a sexta atração dos 15 shows da série comemorativa dos 15 anos de CARAS. Alçada aos estrelato aos 16 anos, a bela que conquistou o sucesso e o reconhecimento mundial, só se queixa da vida amorosa, que não segue o mesmo ritmo. Ela, que namorou o compositor e produtor musical Beau Dozier (28) durante um ano e seis meses, está solteira desde 2005. O casal chegou a morar junto em Los Angeles. Recentemente, o ex aproveitou da fama de Joss e vendeu histórias íntimas do casal para um jornal britânico sensacionalista. "Meu Deus, isso foi nojento. Talvez um dia eu entenda porque ele fez isso. Com essa atitude dele, perdi a confiança nos homens. Já até pensei em me tornar lésbica", revela a ruiva. Mesmo descrente em relação ao sexo oposto, ela não desiste de encontrar um grande amor. "Não estou desesperada para casar, mas sinto urgência em me apaixonar. Quero uma relação sólida e filhos. Trocaria a fama por um grande amor", diz a estrela, que tem sido apontada como affaire do rapper Novel. Focada no trabalho, ela roda o mundo com a turnê de seu terceiro álbum, Introducing Joss Stone, que considera o melhor de sua carreira. No Brasil, fará shows nas cidades do Rio de Janeiro, de São Paulo, Curitiba e Porto Alegre, de 13 a 19 deste mês. "Este é o primeiro trabalho em que sou realmente eu. Por isso escolhi chamá-lo de Introducing Joss Stone", explica ela, compositora de todas as letras e produtora do CD, lançado em março de 2007, inspirado na ilha caribenha de Barbados. "Naquele calor tropical, dirigi o meu carro e pensei muito no amor", observa Joss. Dona de um timbre de voz marcante, Joss Stone chega a ser comparada com a cantora americana Janis Joplin (1943-1970). "Na verdade, não escutei muito suas músicas, mas esses dias vi uma foto dela e jurava que era eu de perfil. Ela usava colares iguais aos que uso, o cabelo comprido... e ainda descobri que tenho o mesmo queixo que ela. É muito louco isso", compara Joss, que gravou seu primeiro disco aos 16 anos e obteve sucesso imediato com o single Fell in Love With a Boy, em 2003. Daí para a frente, seguiu uma curva ascendente ao estrelato e, hoje, a comportada cantora é uma das mais expressivas da nova geração, ao lado de Amy Winehouse (23) e Lily Allen (23). Quando era criança, seus colegas de escola diziam que ela era louca por querer ser cantora. "Eles falavam para eu descer das nuvens, esquecer a música e fazer a lição", conta ela, aos risos. "Nunca entenderam que na música encontrei algo doce entre as amarguras da vida. Tudo o que sempre precisei na minha vida foi do sabor de uma melodia", completa a estrela. O reconhecimento surgiu com a venda de mais de 10 milhões de discos e importantes prêmios, como dois troféus Brit Awards e um Grammy. "Ainda não caiu a ficha para mim, mas tenho amadurecido como cantora e compositora", comenta a consagrada cantora sobre seu sucesso. Aplaudida também pelos colegas de profissão, Joss foi convidada para dividir o palco com grandes nomes, como a lenda do funk James Brown (1933-2006), Stevie Wonder (58), Elton John (61), Donna Summer (59) e os Rolling Stones, entre outras jóias da música. E ainda participou de álbuns de Carlos Santana (61) e Herbie Hancock (68). A carreira em ascensão também rendeu à cantora a participação em diversas campanhas publicitárias e em shows de peso, entre eles o tributo em homenagem à princesa Diana (1960-1997), na Inglaterra, e a Janis Joplin. Além de arrasar como cantora, Joss Stone tem brilhado como atriz. Recentemente, ela interpretou uma vidente no longa Eragon, e protagonizou um beijo gay em Snappers.