Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Estreante na TV, ator sentiu o gosto de ser amado e odiado como bad boy de 'Malhação'

Estreante na TV como o bad boy Bernardo, Antonio Fargoni quer finalizar o curso de Educação Física e se dedicar à carreira de ator. Ele já sonha em brilhar nos palcos e conquistar reconhecimento na carreira

Redação Publicado em 02/08/2012, às 14h51 - Atualizado em 08/08/2012, às 15h50

Antonio Fargoni - Vinny Nunes/Divulgação
Antonio Fargoni - Vinny Nunes/Divulgação

Quando Antonio Fargoni (20) fez teste para Malhação sua expectativa era concorrer a uma vaga no elenco da próxima temporada da novela. Mas sua atuação agradou aos diretores da trama e ele foi chamado para dar vida ao bad boy Bernardo, namorado da mimada Débora (Juliana Lohmann, 22). Agora, em clima de despedida do folhetim, Antonio está de volta a São Paulo, onde mora com os pais, para concluir a graduação em Educação Física e, então, se dedicar completamente à carreira de ator.

"Vou terminar a faculdade e acho que vou fazer uma peça de teatro, talvez no ano que vem volte para o Rio. É o último semestre, por isso quero terminar, para não perder tudo que já fiz, mas pretendo mesmo seguir a carreira de ator. Tenho várias ideias e a área de educação física vai me ajudar", contou à CARAS Online.

Os quase três meses em que ficou no ar em Malhação foram suficientes para conquistar o reconhecimento do público. "A galera chega a comentar no Twitter 'eu odeio o Bernardo, mas amo você, você é muito diferente dele'. Acho que sou muito calmo e simples", disse. O assédio das mulheres, claro, também aumentou. "A mulherada no Twitter dá bastante em cima, mais que pessoalmente. Tem umas cantadas fortes", confessa entre risos o rapaz, que está solteiro.

Estreante na TV, Antonio contou com a parceria de Juliana para encarar o novo desafio. "Ela me ajudou muito, me deu vários toques. A gente coversava bastante, foi muito bom trabalhar com ela. Gostei muito de conhecer o Kadu Moliterno(60), a Letícia Spiller(39), o Danton Mello(37)... muito gente boa a galera".

Enquanto trilha seus primeiros caminhos na carreira, Antonio sonha alto: ele quer conquistar uma das mais tracionais premiações da cena teatral brasileira. "Tenho vontade de ganhar um prêmio Shell. Meu sonho é fazer uma peça que faça muito sucesso e ganhar um prêmio como melhor peça ou melhor ator", finaliza.