Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

'Estou longe de me aposentar', diz Galvão Bueno, com 40 anos de carreira

Narrador Galvão Bueno reafirma admiração por Ayrton Senna e revela qual é o seu bordão preferido: 'Gritar gol do Brasil contra a Argentina'

Redação Publicado em 29/04/2013, às 12h34 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

Galvão Bueno no 'Altas Horas' - Divulgação/Site 'Altas Horas'
Galvão Bueno no 'Altas Horas' - Divulgação/Site 'Altas Horas'

Trabalhos inesquecíveis são incontáveis na carreira de Galvão Bueno (62), que participou do Encontro Com Fátima Bernardes, na manhã desta segunda-feira, 29. O narrador, que tem 40 anos de carreira, afirmou que quer distância da palavra aposentadoria: “Estou longe de me aposentar. No dia em que você pensa em se aposentar, você começa a morrer, então, nada disso”, disse.

Fátima Bernardes (50) aproveitou para relembrar um dos momentos mais tristes das narrações de Galvão: a morte de Ayrton Senna. Ele, por sua vez, contou como se sentiu naquele domingo, 01 de maio de 1994. “Tenho certeza que cada um se lembra onde estava no momento do acidente do Senna. Uma coisa terrível, muito séria, tudo dava a entender que era fatal. Ninguém queria acreditar!”, disse Galvão.

O narrador reafirmou a admiração por Senna: “Acho que às vezes eu converso com ele, que não era um grande ídolo, ele era um herói nacional. Era uma fase muito difícil para o Brasil, e ele era o brasileiro que dava certo, ele vencia alemães, franceses, em todo mundo."

A apresentadora também destacou os famosos bordões já eternizados em suas narrações. Galvão comentou que o “Bem, amigos”, o mais famoso de sua história, saiu de improviso e nunca mais ficou de fora de suas locuções. “Estava fora do país, não sabia se no Brasil era de dia ou à noite, então eu falei: ‘bem, amigos!’”, revelou ele. Ele também contou qual é o bordão de sua preferência. “O meu bordão predileto é gritar gol do Brasil contra a Argentina".