Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Encontros de Antonio Banderas no Rio

Sonho de conhecer Milton é concretizado em almoço com Mário Cohen, Adriana e Ana Maria

Redação Publicado em 31/05/2011, às 16h17 - Atualizado em 01/06/2011, às 10h45

Na casa de Cohen e Adriana, o espanhol e o cantor brasileiro se conhecem pessoalmente. - fotos: mariana vianna/a7 foto. e img.
Na casa de Cohen e Adriana, o espanhol e o cantor brasileiro se conhecem pessoalmente. - fotos: mariana vianna/a7 foto. e img.
Bonito, simpático, gentil... Para os convidados do almoço organizado por Mário Cohen (60) e Adriana Mattoso (42) em homenagem a Antonio Banderas (50), no apartamento do casal no Edifício Chopin, em Copacabana, Rio, não foi tarefa fácil eleger a qualidade mais notória do astro espanhol. Empolgado com o lançamento na cidade do perfume The Secret e com a inauguração de uma exposição com suas fotos, ele foi recepcionado por um time de notáveis brasileiros, entre eles Milton Nascimento (69). "Antonio é uma pessoa incrivelmente simples e extremamente comunicativa. Fica até difícil defini-lo com um atributo. Este encontro não poderia ter sido melhor", elogiou o cantor, que tem em Banderas um grande fã. O ator fez questão de conhecer pessoalmente Milton, como anunciou, poucos dias antes de desembarcar no País, em entrevista exclusiva a CARAS na mansão em que vive em Los Angeles com a atriz norte-americana Melanie Griffith (53). A história de carinho e amizade entre Milton e Banderas foi iniciada há quase nove anos, quando o espanhol rodava Imagining Argentina e solicitou uma música do brasileiro para a trilha sonora do longa. "A nossa primeira conversa aconteceu pelo telefone. Rodava uma cena com Emma Thompson na época quando o diretor cantarolou a música Maria Maria no set de filmagens. Fiquei encantado. Decidimos, então, tentar utilizá-la. Um belo dia, liguei para o Milton e pedi autorização. Expliquei que nossa produção era de baixo orçamento e quis saber, caso ele liberasse a obra, como seria feito o contrato... Neste momento, ele respondeu: 'Não, não. A música é minha, pode usar à vontade. Afinal, a causa me parece boa'. Me senti comovido e pensei: 'Nossa, ele é simples, exatamente como a vida deveria ser", afirmou Banderas, ao lado do casal Liège Monteiro (55) e Luiz Fernando Coutinho (32), seus cicerones cariocas. Milton contou no almoço que a temática do filme era realmente especial. "O longa representou muito para mim. A história girava em torno dos que sofreram com o regime ditatorial na década de 1970 na Argentina, onde centenas de pessoas desapareceram ou perderam suas vidas. Eu vivi essa sensação durante a ditadura no Brasil e perdi amigos também. Por isso, o trabalho me emocionou", explicou o músico. Depois da política, a conversa fluiu naturalmente para temas culturais. Impressionada com a bagagem do homenageado, a atriz Maitê Proença (53) engatou um animado papo sobre o mundo da atuação. "Banderas é bonito e sofisticado, fabrica vinhos de qualidade, fotografa, possui uma produtora de filmes de animação e tem conversa boa que vai para o lado que se puxar", afirmou Maitê, que também causou boa impressão no ator. "Foi um prazer conhecê-la. É uma atriz maravilhosa, fantástica. Falamos muito sobre cinema e afins. Fiquei abismado com a coragem dela em dar um tempo na carreira para se reinventar, escrever livros, apresentar programas. Considero a possibilidade de um dia trabalharmos juntos, ela muito me impressionou", retribuiu. A fotografia, um hobby de Banderas, foi outro tema do almoço, em que foram servidos polenta frita com porcine, carpaccio de polvo e de carne, salada caprese e risoto ao funghi. Para sobremesa, minitortinhas de limão, tartelete de gianduia e tiramisú al bicchiere. O ator se mostrou maravilhado com o acervo que Mário dispõe em seu apartamento. "Estou boquiaberto com a maravilhosa coleção fotográfica do Cohen. É como se eu estivesse em um museu especializado. São trabalhos belíssimos, de todos os tipos, com muitos fotógrafos renomados", analisou ele, na companhia do amigo e cineasta Bruno Barreto (55), que foi acompanhado da mulher, Lisa Graham. A estilista Lenny Niemeyer (56), as atrizes Mila Moreira (61) e Alexia Dechamps (42), o diretor da revista Vanity Fair, Michael Roberts (55), além de Cristobal Flores e Simone Duailibi, respectivamente diretores geral e de marketing do grupo espanhol Puig de fragrâncias perfumes e cosméticos, também se encarregaram de dar as boas-vindas ao ator. "Que surpresa incrível! Agradeço imensamente o carinho surpreendente com o qual todos estão me tratando nesta tarde. Nunca vi nada parecido. Está sendo extremamente familiar e divertido comer, beber e rir com vocês. Sinto-me verdadeiramente em casa", agradeceu Antonio, ao erguer o brinde com uma taça de vinho suave. À mesa, no momento de servir o almoço, Ana Maria Braga (62) entrou em cena. Gourmet, ele havia gravado sua participação no programa da apresentadora. Convocado a cozinhar uma autêntica paella espanhola ao vivo, o astro levou o desafio a sério, mas sem perder o bom humor em nenhum momento. Como o Mais Você vai ao ar às 8h30, ele optou por iniciar os trabalhos gastronômicos preparando um café da manhã bem ao seu estilo. "Adoro ovos fritos no azeite, com a gema bem molinha. Este ficou uma coisa linda. A gente não sabe se come ou emoldura e pendura na parede", disse ele, arrancando risos de Ana. Depois, Banderas pôs a mão na massa e mostrou sua receita do prato típico espanhol. Cozinhou o arroz com carne, legumes, frutos do mar e açafrão ao mesmo tempo em que travava um duelo com a anfitriã usando, em vez de espadas, apetrechos de cozinha. A postura do astro encantou a apresentadora. "Todo o seu sucesso é merecido. Eu poderia ficar horas conversando contigo. Você é realmente apaixonante", declarou ela, após realizar seu tradicional ritual de passar por debaixo da mesa com o convidado. Bem à vontade, Antonio aproveitou a ocasião para abordar sua vida pessoal, como o casamento de 15 anos com Melanie Griffith. "Minha mulher é muito generosa. Forte e vulnerável ao mesmo tempo, além de excelente mãe e amante. Uma das coisas que mais admiro nela é seu senso de humor. Não conseguiria viver com alguém que não tivesse essa qualidade. E Melanie tem. Claro que já passamos por crises como qualquer casal, mas sempre voltamos mais fortes. Tentamos manter o frisson do início da relação e, até agora, temos conseguido", falou, em tom apaixonado. Pai de Stella (14), da união com a atriz, e padrasto de Alexander Bauer (25) e Dakota Johnson (21), que considera filhos, ele ressaltou os valores que preza na educação. "Minha profissão me possibilitou conhecer muitos países e culturas diferentes. Acho que isso me tornou um homem ciente do mundo em que vivo, das diferenças entres os povos... E sempre achei importante que os meninos também vivenciassem isso. Não queríamos que eles ficassem atados às fronteiras de Los Angeles, onde moramos, mas que enxergassem também as dificuldades de um mundo que é deles. Visitamos países como a Tunísia e a Síria em plena ditadura. E posso garantir que eles não aprenderam em nenhum livro o que essas experiências ensinaram", completou ele, cujo mais recente filme, La Piel que Habito, com direção de Pedro Almodóvar (61), foi exibido no Festival de Cannes. No mesmo dia, à noite, Banderas foi recebido pela primeira-dama do Rio, Cristine Paes (33), mulher do prefeito Eduardo Paes (42), no Palácio da Cidade, onde inaugurou sua exposição fotográfica Secretos Sobre Negro. Nela, 32 fotos com fortes referências da cultura espanhola são apresentadas. Seis foram leiloadas em benefício da ONG RIOInclui, presidida por Cristine, e renderam 560 000 reais. "Agradeço a todos que participaram. Penso que essas pessoas não só compraram uma fotografia, mas, sim, colaboraram com uma causa nobre, que vai ajudar e propiciar acesso à boa educação e a serviços de saúde." Encantado com as belezas naturais do Rio de Janeiro, Antonio não hesitou em dizer que voltará com o clã em breve. "Tenho a impressão de que virei muitas vezes acompanhado de minha família. O Rio de Janeiro é diferente de tudo o que eu tinha visto até agora. Como vim logo depois de Cannes, estava extremamente cansado, alternando lapsos de sono e despertar. Quando o helicóptero que me transportava decolou, foi como se um clarão surgisse diante dos meus olhos. Vi toda a cidade, incrustada na montanha, entre o mar, e fiquei maravilhado. De repente, estava lado a lado com o Cristo Redentor. Foi uma das coisas mais emocionantes que vivi. Com os olhos cheios d'água, peguei imediatamente meu celular e fiz várias fotos. A cidade é um verdadeiro retrato surrealista", elogiou. A simpatia do carioca e a beleza das mulheres da cidade também vão ficar marcadas na memória do ator. "As pessoas daqui têm um sorriso fácil, uma alegria inata... E as mulheres são realmente muito belas. A união de raças produziu gente muito bonita, dona de uma beleza fora das coordenadas, do padrão. Os homens também são bonitos. Por todos os lugares onde andei, vi rapazes mais guapos e altos do que eu", afirmou ele, rindo.