Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Emoção no velório de Whitney Houston com depoimentos de amigos e familiares

Kevin Costner, Dionne Warwick, Alicia Keys e Stevie Wonder se despedem de Whitney Houston em meio a muita emoção em seu velório

Redação Publicado em 18/02/2012, às 17h31 - Atualizado às 17h37

Whitney Houston (1963 – 2012) - Reuters
Whitney Houston (1963 – 2012) - Reuters

Amigos e familiares se reuniram na Igreja Batista New Hope, em Newark, Nova Jersey, para o velório da cantora Whitney Houston, que foi encontrada morta no dia 11 de fevereiro. A cerimônia contou com a presença do ator Kevin Costner, que atuou ao lado dela no filme O Guarda-Costas, Dionne Warwick, prima da artista, da filha, Bobbi Kristina, do cantor Stevie Wonder, da cantora Alicia Keys, além de outros convidados. Logo no início da cerimônia, o ex-marido dela, Bobby Brown deixou a igreja em seu carro, mas voltou pouco depois e entrou por uma porta lateral. “Whitney, você é a única mulher que poderia reunir todos nós, hoje é o seu dia”, disse o pastor Joe Carter ao iniciar a celebração.

O dia de homenagens para Whitney foi marcado por músicas entoadas pelos amigos dela, além de depoimentos emocionados de seus colegas. Para começar, os presentes puderam conferir um breve texto escrito pela mãe da artista, Cissy Houston. “Eu nunca te disse que quando você nasceu, o Espírito Santo me disse que você não iria ficar comigo muito tempo. E eu agradeço a Deus pela bela flor que ele me permitiu educar e cuidar por 48 anos. Descanse, minha menina, em paz”, escreveu ela e assinou como “mamãe”.

O programa de homenagens foi comandado por Dionne Warwick, que introduzia os amigos que foram contar suas histórias ao lado de Whitney. O caixão prata da cantora chegou pela manhã na igreja e foi coberto com rosas brancas e lírios roxos.

Em sua declaração, Kevin Costner falou de suas lembranças ao lado de Whitney durante todo o período em que são amigos. “Eu gostaria de agradecer a Cissy e Dionne pela honra de estar aqui. Por um momento, devemos secar as nossas lágrimas, suspender nossa tristeza e raiva. Nunca se esqueçam que Cissy e Bobbi Kristina estão sentadas entre nós. Sua mãe e eu tínhamos muito em comum. Eu sou um menino, ela é uma menina. Eu sou branco, ela é negra. Você pode achar que nós não tínhamos nada em comum, mas nós tínhamos. Nós crescemos em uma igreja batista. Minha avó tocava piano”, disse ele ao lembrar dos dias deles crianças na igreja. “Eu posso vê-la como uma menina magra correndo em torno deste lugar”, afirmou.

O artista também contou sobre a ansiedade da amiga ao entrar para o elenco de O Guarda-Costas. “Whitney estava nervosa e com medo que ela não fosse boa o suficiente para o papel. Mas eu disse que estaria com ela em cada passo do caminho. Vários homens poderiam ter feito o meu papel. Mas somente Whitney poderia ter feito Rachel Marron. As pessoas simplesmente não gostavam de você, elas te amavam. Eu fui o seu guarda-costas uma vez. E agora você se foi cedo demais”. Emocionado, Kevin se despediu da cantora. “Vai Whitney, vai. Escoltada por um exército de anjos para o pai celestial. Quando você cantar diante dele, não se preocupe, você vai ser boa o suficiente”.

A cantora Alicia Keys tocou piano em memória de Houston e falou de sua amizade. “Nós chamávamos uma a outra de Meema. Ela era um ser humano bonito. Eu te chamava por nenhuma razão, somente para dizer ‘oi’. Eu acho que ela é um anjo para nós”, disse ela, que cantou a música Send Me An Angel, em que mudou a letra para encaixar que Whitney é um anjo.

O produtor Clive Davis também esteve presente na cerimônia e lembrou do dia da morte de Whitney, já que ela iria para a sua feste pré-Grammy na noite daquele dia. Ele foi um grande amigos dela durante os anos como cantora. “No passado, cada discussão que tínhamos era pura alegria. Quando ela quebrou sete recordes consecutivos, sentimos uma descrença absoluta. Beliscamos a nós mesmos. Whitney segurou minha mão quando eu fiquei preocupado com ela em O Guarda-Costas. Ela conquistou o mundo para sempre com I Will Always Love You”. Clive ainda mandou uma mensagem para a filha dela, Bobbi. “Ela te amou muito. Ela não tinha talento puro para isso, mas verdadeiro, de coração e alma. Ela vai sempre cuidar de você e nunca deixe de estar ao seu lado. Você deve estar muito orgulhosa de sua mãe”.

Stevie Wonder cantou a música Ribbons in the Sky durante o velório. “Dionne, Cissy e para toda a família, eu quero que vocês saibam – assim como milhões de pessoas -, não apenas neste momento, mas ao longo de sua carreira, eu a amava muito e isso não vai parar. No meu mundo de fantasia, eu tinha uma queda por Whitney”

O caixão com o corpo da cantora foi tirado da igreja sob a reprodução da voz de Whitney cantando a música I Will Always Love You. No domingo, 19, acontecerá o sepultamento ao lado do pai dela, John Houston