Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARAS

EM CONTRASTE COM OS TRÊS FILHOS, MICHAEL JACKSON ASSUSTA SEUS FÃS

DE CADEIRA DE RODAS E VISUAL BIZARRO, O ARTISTA É A FIGURA DA DECADÊNCIA EM TARDE COM OS HERDEIROS PRINCE, PARIS E PRINCE II

Redação Publicado em 16/07/2008, às 17h13

Em cadeira de rodas, Michael deixa shopping em Las Vegas, seu atual endereço, após horas de lazer com os filhos, que saíram pouco antes da aparição do artista. - Brainpix
Em cadeira de rodas, Michael deixa shopping em Las Vegas, seu atual endereço, após horas de lazer com os filhos, que saíram pouco antes da aparição do artista. - Brainpix
Prestes a completar meio século de vida no dia 29 de agosto, Michael Jackson, um dos maiores fenômenos da história da indústria fonográfica, não pára de dar tristes provas de que a sua excentricidade está cada vez mais próxima da grandiosidade de seu talento. Recentemente, ele fez mais uma de suas bizarras aparições em Las Vegas, EUA, desta vez com os filhos, Prince Michael (10), Paris (9), com Debbie Rowe (49), e Prince Michael II (6), de mãe desconhecida. Michael, visto com freqüência na cidade, na qual reside atualmente, após período nômade desde que deixou o lendário rancho Neverland, na Califórnia, em 2005, pareceu bastante debilitado durante passeio com a prole. Michael usava as famosas máscaras cirúrgicas que lhe escondem o rosto, tinha a cabeça coberta por tecido preto e um boné, vestia pijama e se locomovia em cadeira de rodas empurrada por um dos oito guarda-costas que acompanhavam o grupo. A cena reforçou os rumores de que Michael vem sofrendo de sérios problemas de coluna, segundo duvidosa explicação dele mesmo, conseqüência dos muitos anos de intensas coreografias nos shows. Juntos, pai e filhos fizeram compras em uma loja de brinquedos e na livraria Barnes & Noble, na qual passaram a maior parte do tempo na seção de livros infantis. Para infelicidade dos fãs de Michael Jacskson - artista mais premiado no mundo e cujo álbum, Thriller, é o mais vendido da história do planeta, com 50 milhões de cópias - não está certo o lançamento do CD que comemoraria seus 50 anos. Também não se confirma a hipótese de o artista dirigir o CD de retorno do New Kids on the Block, grupo precursor do fenômeno das boy bands americanas, que em setembro entra em turnê após longos 20 anos longe dos palcos.