Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Edmundo tem pena extinta pelo STF

Nesta quarta-feira, 14, o ex-atacante e comentarista Edmundo teve sua pena por acidente, em 1995, extinta pelo Supremo Tribunal Federal

Redação Publicado em 15/09/2011, às 11h32 - Atualizado em 08/08/2019, às 15h43

Edmundo - Selmy Yassuda
Edmundo - Selmy Yassuda

O ex-jogador e comentarista de futebol da Band Edmundo (40) teve sua pena (por homicídio culposo e lesão corporal pela qual foi condenado após se envolver em um acidente de carro, em 1995, no Rio de Janeiro) extinta pelo ministro do Supremo Tribunal Federalpor, Joaquim Barbosa (56), nesta quarta-feira, 14, conforme informou a assessoria do STF.

Em junho, Edmundo chegou a ser detido em função do ocorrido, que acabou provocando a morte de três pessoas. Meses depois, o ex-craque demonstrou estar consciente e não se isentou da culpa. “Tenho noção do meu grande erro e sou totalmente solidário à dor das famílias que perderam seus entes queridos. Só eu sei o que senti com as minhas cobranças e a dos outros, também”, contou à Revista CARAS.

Na mesma entrevista, realizada no mês de agosto, o ex-craque também já mostrava acreditar nos profissionais que atuam ao seu lado e na prescrição da pena. “Confio na justiça e nos meus advogados. Não consigo compreender é isso tudo vir à tona logo agora que o processo já prescreveu”. afirmou.

Edmundo, que jogou no ataque da Seleção Brasileira, do Vasco, Palmeiras, Flamengo, Santos e Corinthians, entre outros, é casado há sete anos com a jornalista Clarissa Ivalski (32), com quem tem sua filha caçula, a Catarina (2). Ele tem mais três filhos, Ana Carolina (16), Edmundo Jr. (12), ambos da união de 12 anos com Adriana Sorrentino (37), e Alexandre (17), fruto de uma relação extraconjugal com a então modelo Cristina Mortágua (41).