Revista CARAS
Busca
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

DIVERSÃO DO CLÃ DE MARCELO NEGRÃO EM GOIÁS

O jogador de vôlei, ao lado da mulher, Ísis, e dos filhos, desfruta das águas termais

Redação Publicado em 17/12/2008, às 17h43

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
No alto de seus dois metros de altura, o gigante das quadras, medalhista olímpico e hoje jogador de vôlei de praia Marcelo Negrão (36) se torna uma criança quando está com a mulher Ísis Negrão (40) e os filhos, os fofos Gabriel (4) e Mateus (2). Paizão assumido, daqueles que mimam e não conseguem dar bronca, ele dedica 100% do seu tempo livre para os pequenos, que não param um segundo. "Ser pai é uma experiência única, após ter meus filhos estreitei ainda mais minha relação com meu pai", conta ele, durante viagem ao Rio Quente Resorts, perto de Caldas Novas, Goiás. Casados há 12 anos, os dedicados pais adequaram suas agendas - ele, com os treinos, jogos e o trabalho como embaixador dos esportes do Banco do Brasil; ela, como responsável pelo setor financeiro da academia que possuem em São Paulo, a Estação Fitness. Os dois se policiam para não perder momentos importantes com as crianças. "Queremos ser muito próximo deles, acompanhar tudo. Nossa idéia é que eles tragam os amiguinhos para casa, brinquem por lá e estejam sempre por perto", conta Isis, admitindo que já foi uma workaholic. Durante os dias em que estiveram no complexo, a programação foi só de diversão. Entre os tobogãs do Hot Park e as piscinas de águas quentes, o casal procurava um momento para namorar e curtir o romance. "Sempre viajamos com eles para hotéis com atividades infantis, mas duas vezes por ano vamos só nós dois, é regra lá em casa!", brinca a bela, mostrando um dos segredos da felicidade do casal. Algumas vezes, a família acompanha o atleta em campeonatos, como em Recife, quando as crianças torceram pelo pai pela primeira vez em um jogo. "Meu filho me ver jogar foi uma emoção! Quero estender minha carreira até os dois terem mais noção do que faço", programase Negrão, que confessa ter o sonho de que os filhos sigam seus passos. "Gostaria que eles fizessem algo ligado ao esporte, pode ser tênis ou futebol. Mas no fim cada um é que decide, né?", conclui ele.