Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Dado Dolabella é condenado por agressão

Dado Dolabella é condenado pela Justiça por agredir a ex-namorada Luana Piovani em outubro de 2008. O ator, assim como se advogado, ainda não receberam a intimação

Redação Publicado em 04/08/2010, às 14h08 - Atualizado às 15h17

Luana Piovani e Dado Dolabella ficam noivos... - Arquivo Caras
Luana Piovani e Dado Dolabella ficam noivos... - Arquivo Caras
Após quase dois anos do polêmico fim do namoro com a atriz Luana Piovani, o ator Dado Dolabella foi condenado pela Justiça por agredir a atriz durante uma discussão ocorrida em outubro de 2008, na Boate 00, na Gávea no Rio de Janeiro. A sentença foi divulgada nesta semana pelo Ministério Público. Dado e Luana foram procurados para comentar o resultado. O ator não foi encontrado para se pronunciar. Luana está de férias fora do Brasil já há três semanas e, segundo sua assessoria, nem deve estar sabendo da condenação. A mãe de Dolabella, Pepita Rodrigues, revelou que conversou com o filho e afirmou que ele prefere não falar sobre o assunto até receber a intimação. "Até agora nem o Dado nem o advogado dele receberam a intimação. Não sei como está a situação", disse a atriz, que acrescentou: "Já sofremos muito com essa história. Não gostaríamos de comentar mais nada. O Dado está em outro momento. Isso ocorreu faz tanto tempo, ele virou a página, está casado e é pai de dois filhos", diz Pepita sobre o filho, que é casado com Viviane Sarahyba e é pai de dois meninos, João Valentim e Eduardo - o segundo, fruto de relação anterior. O advogado que acompanha Dado desde o início do caso, Michel Assef Filho, também foi procurado, mas está em audiência. Ainda não se sabe qual será a pena do ator, e, segundo o 1º Juizado de Violência Doméstica Familiar do Rio de Janeiro, esse processo corre em sigilo. Relembre a história Depois de planejarem casamento e até filhos, após a apresentação de Luana no monólogo Pássaros da Noite, Dado discutiu com Piovani na Boate 00 e acabou empurrando a camareira Esmeralda de Souza, que precisou ter os braços imobilizados. Na época, o ator disse que tudo não passara de um engano. "No meio da confusão, apenas empurrei, na escuridão e no meio do conflito, uma pessoa que na hora eu nem vi quem era, pois esta entrou no meio do calor da discussão com a minha mulher", escreveu ele em seu blog. Em seguida, Esmeralda prestou queixa contra Dolabella sob a acusação de lesão corporal. Luana também recorrreu à Justiça, que determinou que Dado deveria ficar a, no mínimo, 250 metros de distância da atriz e proibido de manter contato com ela por qualquer meio de comunicação. Mas isso acabou não acontecendo. Dado responde a outros processos por desrespeitar essas medidas.