Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Corpo de Oscar Niemeyer é velado no Rio de Janeiro

O corpo de Oscar Niemeyer é velado no Rio de Janeiro nesta sexta-feira, 7. O enterro do arquiteto está marcado para as 17h

Redação Publicado em 07/12/2012, às 08h52 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

Eduardo Paes e Sérgio Cabral prestam última homenagem ao arquiteto Oscar Niemeyer - André Muzell / AgNews
Eduardo Paes e Sérgio Cabral prestam última homenagem ao arquiteto Oscar Niemeyer - André Muzell / AgNews

* Atualizado às 13h.

Depois de retornar de Brasília em um avião da Força Aérea Brasileira, o corpo de Oscar Niemeyer (1907-2012) seguiu para o Rio de Janeiro onde está sendo velado nesta sexta-feira, 7, no Palácio da Cidade, em Botafogo, zona sul da capital fluminense.

O corpo do arquiteto chegou ao local por volta das 23h da quinta-feira, 6. Apenas familiares estavam presentes no velório fechado que durou até às 2h da madrugada. Entre as coroas de flores enviadas ao Palácio, estava uma com o nome de Fidel e Raul Castro, ex e atual presidente de Cuba, respectivamente. Oscar sempre apoiou o comunismo, regime político do país. 

O prefeito do Rio, Eduardo Paes, e o governador do Estado, Sérgio Cabral, prestaram suas últimas homenagens ao arquiteto nesta manhã.

O arquiteto e urbanista Jaime Lerner (74) afirmou, durante o velório, que Niemeyer foi o maior brasileiro de todos os tempos. “Ele estava driblando a chegada ao céu, a eternidade e para chegar a eternidade tem burocracia, preencher papeladas, desenhos e agora já temos quem redesenhar a via láctea”.

O governador de Minas Gerais, Antônio Anastasia (51), também esteve no Palácio da Cidade para prestar a última homenagem a Niemeyer. “Vim  representar o povo de Minas, trazer o respeito dos 20 milhões de mineiros. Niemeyer era um grande arquiteto, dedicado e preocupado com a vida pública, com os seres humanos. Ele também tinha uma relação muito próxima com Minas. Sua grande primeira obra foi a Pampulha e a mais nova que foi a cidade administrativa", disse.

O velório será aberto ao público e ocorre até às 15 horas. Em seguida, será rezada uma missa para os parentes e amigos. O enterro de Niemeyer está marcado para as 17h, no Cemitério São João Batista, também em Botafogo.