Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Conquistas de Ana Paula Vieira e Ana Saab

Em fase dedicada à carreira, atrizes comemoram a consolidação de amizade verdadeira

Redação Publicado em 21/09/2010, às 11h11 - Atualizado em 27/09/2010, às 19h27

No Spa Jardim da Serra, em São Pedro, no interior de SP, Ana Paula e Ana curtem dias de relax. Em meio à natureza, a dupla coloca a leitura em dia ... - LORENZO MARTIN
No Spa Jardim da Serra, em São Pedro, no interior de SP, Ana Paula e Ana curtem dias de relax. Em meio à natureza, a dupla coloca a leitura em dia ... - LORENZO MARTIN
Parceiras dentro e fora dos palcos e da telinha, Ana Saab (29) e Ana Paula Vieira (30) são a prova de que o ditado 'amigos, amigos; negócios à parte' não passa de mito. As atrizes, que se conheceram há seis anos, na trama Os Ricos Também Choram, no SBT, e já dividiram o palco várias vezes, hoje são confidentes. "Ela é minha melhor amiga. Temos afinidade e sei que posso contar com ela para tudo", conta Ana. "Moro sozinha em São Paulo, pois minha família é de Lins, SP. Então, me apego aos amigos. Ela é uma irmã", afirma Ana Paula. Juntas em mais um projeto, o espetáculo infantil Max e os Inimigos Invisíveis, montagem que vai às escolas ensinar sobre higiene pessoal, elas curtiram folga no Spa Jardim da Serra, em São Pedro, interior paulista. "Foi uma viagem de meninas; para renovar as energias", explica Ana, produtora do peça e casada com Lorenzo Martin (30), que além de atuar na peça, brilha no elenco de Zorro, O Musical. Solteira há seis meses, desde o fim da relação com Renato Scapin (39), Ana Paula aproveitou o passeio para se cuidar. "Alimentação saudável e a hidroginástica me deixaram três quilos mais magra", diz ela. A dupla também se dedicou aos livros: Louca de Pedra, Doida Varrida, de Maria Dudah Senne, foi o título escolhido por Ana Paula, enquanto Ana optou pelo best seller A Cabana, de William Young (55). Apaixonadas pela carreira, a agenda delas é agitada. Em outubro, Ana estreia História do Brasil, série de cinco capítulos, na TV Brasil, e define como desafiadora a sua participação. "Eu me transportei para o século XVI, onde os costumes e o papel da mulher na sociedade são diferentes da nossa realidade", diz ela. Já Ana Paula se divide entre a peça infantil, o espetáculo Escola de Mulheres, em turnê, o comando de Saúde e Beleza, do canal virtual TV Mundi, e os ensaios de Dos Santos e Todos Nós, musical sobre o cantor e compositor Agostinho dos Santos (1932-1973) que estreia em janeiro de 2011. - Que tal a viagem de vocês? Ana - Costumamos associar spa com a ideia de comer pouco. Na verdade, o conceito é de alimentação saudável. Aproveitamos ao máximo. Estar em contato com a natureza é sempre relaxante. Ana Paula - A rotina que tivemos na viagem influenciou meu dia a dia. Hoje, me alimento melhor e me tornei fã de hidroginástica. O bom de trabalhar bastante é que, quando fazemos esses passeios, aproveitamos em dobro cada momento. Não conseguiria viver no campo, mas passar alguns dias é fundamental para relaxar. - Como é trabalhar juntas? Ana - Ela é excelente profissional e eu a admiro. Amizade é algo difícil e quando encontramos alguém com os mesmos valores da gente, alguém que você possa confiar e dividir suas ideias, temos de valorizar e estar sempre perto. Ana Paula - Para atuar, é fundamental ter confiança nos atores. Nós temos isso. Na peça, não contracenamos, pois ela é produtora, mas já dividimos cenas e é fácil trabalhar. Existe sintonia. - Como conciliar os trabalhos e o casamento com Lorenzo? - Vivemos uma fase complicada, o tempo está escasso. Estou morando, provisoriamente, em Santa Catarina, onde devo ficar até novembro, por conta de uma campanha publicitária local, mas estamos apaixonados e o amor supera tudo, até a distância, que vencemos com muita ponte aérea. (risos) - E o o coração, Ana Paula? - Saí de um relacionamento longo, de seis anos. Estou em um momento tranquilo, de dedicação ao trabalho e sem pressa para encontrar um novo grande amor. - Como é conciliar os papéis de atriz e apresentadora? Ana Paula - Amo o palco e nunca havia pensado ser apresentadora. Me surpreendi com a dinâmica que se pode ter no programa; trabalho e me divirto ao mesmo tempo. É corrido, mas é um crescimento profissional e pessoal. - Planos para dividir o palco? Ana - No próximo ano devemos estrear a peça De Alma Lavada, onde, além de atuar, vamos produzir. Subiríamos ao palco com a montagem ainda este ano, mas com tantos trabalhos em andamento, adiamos para 2011.