Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARAS

CLAUDIA RAIA COMOVIDA

CHORO NO CASAMENTO DA SOBRINHA, KANANDA

Redação Publicado em 18/09/2007, às 15h31

CLAUDIA RAIA COMOVIDA
CLAUDIA RAIA COMOVIDA
Extremamente emocionada, Claudia Raia (40) não resistiu e foi às lágrimas logo no início da cerimônia de casamento da sobrinha, Kananda Raia (21), filha de sua irmã, a coreógrafa Olenka (46), com Fernando Pagan (51), empresário da atriz. A união, apenas no Civil, com Felipe Perrone (21), jogador de pólo aquático do Savona (equipe italiana), aconteceu na sexta-feira, 14, no Iate Clube do Rio de Janeiro, celebrada pela juíza Maria Vitória Rieira (61). "Kananda é como se fosse minha filha, minha primogênita. Nunca imaginei que fosse se casar tão cedo, mas achou um menino extraordinário. O amor deles me emociona. Não tenho dúvidas de que encontraram um no outro a metade da laranja. A história deles começou muito cedo e, se Deus quiser, vai ser para sempre", comentou Claudia, elegante emum vestido Roberto Cavalli. Outro motivo de emoção para a atriz, a Agatha da novela Sete Pecados, foi a performance dos filhos. Enzo (10), que vestiu terno Ricardo Almeida, entregou as alianças aos noivos. Já Sophia (4) era uma das daminhas, ao lado de Luiza Perrone (4) e Fernanda Tavares (10), respectivamente sobrinha e afilhada de Felipe. O único motivo de lamentação foi a ausência do marido de Claudia, o ator Edson Celulari (49), que está em cartaz com a peça Dom Quixote de Lugar Nenhum, no Teatro Shopping Frei Caneca, em São Paulo. "Essa é a grande lacuna da noite. Ele queria vir de jatinho, mas chegamos à conclusão de que só conseguiria chegar aqui no final da festa", contou Claudia. "Mas nos falamos antes e cheguei aqui emocionada com as palavras dele", acrescentou a noiva. Claudia, Edson, Kananda e Felipe festejaram antecipadamente o casório, jantando juntos na terça-feira anterior à boda. "Tenho a personalidade da minha mãe e da minha tia. Somos mulheres fortes. E tenho ao meu lado uma pessoa tranqüila, que é o ponto de equilíbrio. Por isso nos comparamos muito com o Edson e a Claudia", explica Kananda. "Claudia, aliás, é uma tiazona. Como é também minha madrinha, ela me dá presentes a cada minuto", diverte- se a noiva, que durante o jantar recebeu dois conselhos da atriz. "Eu lhe disse para nunca perder a individualidade no casamento, pois você só é forte como dupla, se for forte individualmente. E que não tenha filhos tão cedo. Eles são a melhor coisa que pode nos acontecer, mas mudam totalmente a vida. Então, primeiro, aproveite com o marido e se consolide na profissão", ensina Claudia. Sem fugir à tradição, a cerimônia começou com quase uma hora de atraso, às 21h50, no Iate Clube, decorado pela equipe de Paulo Strega (57), com gérberas em variações de cores, do roxo ao lilás, além do branco. Conduzida pelo pai, a noiva usava um vestido de Liz Machado. Já o noivo, vestia terno Hermenegildo Zegna. "Enquanto ela se casava passou um filme na minha cabeça desde o momento que nasceu até agora. Foi uma emoção tão grande! Graças a Deus, entrego minha filha para um rapaz maravilhoso que a ama muito", frisou a mãe de Kananda. "Me divirto dizendo que agora é para valer, que antes eles tinham ido brincar de casinha", acrescentou o pai da noiva, referindo-se aos últimos quatro anos em que a filha e Felipe viveram juntos na Europa. "Sempre fui precoce. Com três anos fiz meu primeiro trabalho como atriz no programa doChico Anysio. E sempre falei para minha mãe: 'Não vou casar nem sair de casa com 30 anos'. E isso realmente aconteceu. Aos 17 anos, dois anos depois que começamos a namorar, ele foi contratado para jogar na Espanha, e eu fui com ele, porque estava apaixonada. Era jovem, mas sempre fui responsável e meus pais confiavam em mim", conta Kananda, estudante de marketing internacional. "Essa festa é uma confraternização para todos que sempre fizeram parte da nossa vida. É um sonho. A idéia é celebrar desde agora o resto da vida que vamos passar juntos", explicou Felipe. No Iate Clube, o casal foi abençoado ainda pelos pais do noivo, Ema Franca Rocha Perrone (52) e Ricardo Luiz Perrone (57), além de Kaian (17), Calliope Pagan (80) e Odete Raia (86), irmão e avós de Kananda. "A emoção foi tão grande que me deixou afônica. Espero que muito em breve ela me dê meu primeiro bisneto", torce Odete. Entre os cerca de 500 convidados, estavam ainda o ator Raul Gazolla (52) com a mulher, Fernanda Loureiro (44). No domingo, 16, os noivos embarcaram para Savona, Itália, onde Felipe passa a jogar pela equipe que leva o nome da cidade, depois de quatro anos no Barcelona. "Antecipamos a lua-de-mel. No início do mês, passamos uns dias em Fernando de Noronha. Foi um presente da minha tia", disse Kananda, que planeja para dezembro outra viagem de lua-de-mel, para a África do Sul.