Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Cláudia Raia brilha em Joinville

Dias antes de anunciar o fim de seu casamento com Edson Celulari, Claudia Raia abre Festival de Dança de Joinville

Redação Publicado em 29/07/2010, às 11h26 - Atualizado às 18h41

Cláudia Raia em Joinville - Nilson Bastian
Cláudia Raia em Joinville - Nilson Bastian
Quando as luzes acenderam no fim do espetáculo Pernas pro Ar, apresentado pela atriz e dançarina Cláudia Raia, na noite de abertura do 28º Festival de Dança de Joinville, a plateia de quatro mil pessoas que lotava o Centro de Eventos Cau Hansen foi à loucura. O musical dirigido por Cacá Carvalho arrancou gritos extasiantes do público, que aguardava ansioso a estreia do evento. "Depois de passar por 15 capitais do país, vamos encerrar nossa turnê neste grandioso festival" , comentou Cláudia, ao lado dos bailarinos Fábio Porto, Jarbas Homem de Melo e Daniel Nunes, que fazem parte de seu espetáculo, dias antes de anunciar o fim de seu casamento de 17 anos com o ator Edson Celulari. Aparentando tranquilidade, Cláudia ainda recebeu homenagens entregues por Fernanda Chamma, conselheira artística do Festival de Dança de Joinville e jurada no quadro Dança dos Famosos, do Domingão do Faustão. Ao seu lado estavam o presidente do Instituto Festival de Dança, Ely Diniz, o prefeito de Joinville, Carlito Merss, e o governador de Santa Catarina em exercício, José Trindade dos Santos, que também parabenizaram a atriz por sua carreira dedicada em boa parte à dança. "É um orgulho estar à frente do maior festival de dança do mundo. Estamos recebendo bailarinos de 21 estados brasileiros, além de argentinos e paraguaios, que vieram até a nossa cidade prestigiar o evento e participar das oficinas", ressaltou Ely. Na segunda noite do evento, foi a vez dos bailarinos russos Marianna Ryzhkina e Andrei Uvarov encantarem o público com o espetáculo Giselle. A esposa do presidenciável José Serra, Monica Serra, que é ex-bailarina, pôde conhecer o trabalho do casal de primeiros bailarinos do Teatro Bolshoi de Moscou. Os dois foram homenageados pela primeira bailarina do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, Cecília Kerche.