Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Citações

Redação Publicado em 06/06/2011, às 17h36

"Rezar-vos-ei, ó meu santo/ Três padres-nossos cantados/ Se por cada um me deres/ Três esbeltos namorados." Luís Augusto Palmeirim (1825-1893), escritor e poeta português. "Tudo na vida vive a provar/ Gostoso, gostoso mesmo é namorar." Heitor Carillo (1924-2003), compositor paulista citado no livro Sai da Frente - Vida e Obra de Mazzaropi, de Marcela Matos (Desiderata). "Amar alguém é ser o único a ver um milagre invisível aos outros." François Mauriac (1885-1970), escritor francês, Nobel de Literatura em 1952. "Iaiá me diga,/ nessa comida/ você botou/ mulata em pó?" Jorge de Lima (1893-1953), poeta alagoano. "Os prazeres são como os alimentos: os mais simples são os que nunca cansam." José Ortega y Gasset (1883-1955), filósofo espanhol. "Quem não se importa com o próprio estômago, dificilmente irá se importar com outra coisa." Samuel Johnson (1709-1784), poeta e ensaísta inglês. "A ordem correta do comer é dos pratos mais substanciais aos mais leves." Jean-Anthelme Brillat-Savarin (1755-1826), político e gastrônomo francês. "A avareza e a caridade se traem por alguns efeitos semelhantes: a caridade acumula no céu o tesouro que o avarento acumula na Terra." Honoré de Balzac (1799-1850), escritor francês, autor de A Comédia Humana, entre outras obras. "As razões que levam alguém a se abster de cometer crimes são ainda mais vergonhosas e secretas que os crimes." Paul Valéry (1871-1945), poeta, ensaísta e crítico francês, autor de A Alma e a Dança e Charmes. "Triste e só! Duas palavras/ Que uma só resumem - saudade!/ É saber que o mundo é grande,/ Não lhe ver a imensidade." Maria Magdalena Pinheiro Nogueira (1862-1925), poeta portuguesa, mãe de Fernando Pessoa, citada no livro Fernando Pessoa - Uma Quase Autobiografia, de José Paulo Cavalcanti Filho (Record). "Talvez a melhor prova da existência do Todo-Poderoso seja nunca sabermos quando vamos morrer. Se a vida fosse apenas uma questão humana, a pessoa receberia no nascimento um termo, ou uma sentença, afirmando precisamente a duração da sua presença aqui: como é feito nos campos de prisioneiros." Joseph Brodsky (1940-1996), escritor e poeta russo naturalizado norte-americano. "Se você não sabe para onde está indo, qualquer caminho te levará lá." George Harrison (1943-2001), músico britânico, foi integrante dos Beatles. "Sou um objeto querido por Deus. E isso me faz nascerem flores no peito." Clarice Lispector (1920-1977), escritora brasileira nascida na Ucrânia, sobre seu nome. "Os crentes e o padre é que estragam a missa." Nelson Rodrigues (1912-1980), dramaturgo pernambucano. "O essencial é encontrar-se livre para rir e brincar." Constantijn Huygens Jr. (1628-1697), político holandês. "Noite fria de junho. O céu negro e cinzento./ Lá na altura há balões tocados pelo vento." J. G. de Araújo Jorge (1916-1987), poeta e político acreano. "Eu fico muito completo quando sinto frio." Antônio Maria (1921-1964), cronista pernambucano. "Que me importa saber que está no fim o outono,/ se vejo toda em flor afora a minha estrada?" Colombina, pseudônimo de Adelaide Schloenbach Blumenschein (1882-1963), poeta paulista, autora de Rapsódia Rubra: Poemas à Carne.