Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Citações

Redação Publicado em 27/09/2010, às 16h36 - Atualizado às 16h36

"Meu ideal político é a democracia. Que todo indivíduo seja respeitado e nenhum idolatrado." Albert Einstein (1879-1955), físico alemão naturalizado americano. "Os berberes têm um provérbio: 'Escolhe e ganharás.' E se não houver razão para escolher? Pouco importa: escolhe ou certamente perderás." André Malraux (1901-1976), escritor francês que se dedicou principalmente a assuntos políticos e culturais. "Democracia é um processo pelo qual as pessoas são livres para escolher quem levará a culpa." Laurence Peter (1919-1990), escritor canadense, estudioso da hierarquia. "Deve-se julgar da opinião e caráter dos povos pelos dos seus eleitos e prediletos." Mariano da Fonseca, marquês de Maricá (1773- 1848), político carioca. "Aquilo que um homem diz, promete e decide na paixão deve depois sustentar na frieza e na sobriedade." Friedrich Nietzsche (1844-1900), filósofo alemão. "Nada é tão admirável em política quanto uma memória curta." John Kenneth Galbraith (1908-2006), economista e escritor canadense. "Tudo é verdadeiro e tudo é falso. Existem para as verdades morais, assim como para as criaturas, alguns meios nos quais elas mudam de aspecto a ponto de serem irreconhecíveis." Honoré de Balzac (1799-1850), escritor francês, no livro Máximas e Pensamentos de Honoré de Balzac (Martins Fontes). "Basta ser profeta para ser pessimista." Elsa Triolet (1896-1970), escritora francesa de origem russa. "O chiste abraça a realidade e a loucura salta sobre o mundo. Como ainda podemos inventar se atrás de cada carantonha surge um rosto que lhe é igual inclusive na fala? Como podemos exagerar se os fatos se transformam em caricatura do exagero?" Karl Kraus (1874-1936), jornalista austríaco, no livro Aforismos (Arquipélago). "Cada ano traz novos problemas de forma e conteúdo, novos inimigos a cutucar: aos 20 tentei irritar os mais velhos; depois dos 70, são os jovens que espero incomodar." W. H. Auden (1907-1973), poeta, dramaturgo e escritor inglês. "Os velhos são duas vezes crianças." Aristófanes (cerca de 450-cerca de 388 a.C.), maior poeta cômico da Grécia antiga. "Meu coração rebateu, estava dizendo que o velho era sempre novo." João Guimarães Rosa (1908-1967), escritor e diplomata mineiro, no livro Grande Sertão: Veredas. "Antes, todos os caminhos iam./ Agora todos os caminhos vêm." Mário Quintana (1906-1994), poeta gaúcho. "Ontem sou, hoje serei, amanhã fui." Murilo Mendes (1901-1975), poeta mineiro. "A última felicidade é o filosofar: o prazer de buscar e conhecer a razão de cada coisa." Baltasar Gracián y Morales (1601-1658), escritor, filósofo e jesuíta espanhol. "Fazer da areia, terra e água uma canção/ Depois, moldar de vento a flauta/ que há de espalhar esta canção/ Por fim tecer de amor lábios e dedos/ que a flauta animarão." Carlos Drummond de Andrade (1902-1987), poeta mineiro. "Eu gostaria, irmão, que pegasses escondido uma cítara e que nela tocasses uma boa música para distrair um pouco meu irmão corpo, que está cheio de dores." São Francisco de Assis (1181/82-1226), religioso italiano. "Entre as graças que devemos à bondade de Deus, uma das maiores é a música. Música má não existe." Miguel de Unamuno (1864-1936), educador e filósofo espanhol. "A música une a vida espiritual à dos sentidos." Ludwig van Beethoven (1770-1827), compositor alemão.