Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARAS

Citações

“Se algum ideal ainda tenho hoje nessa coisa de escrever, seria o de poder escrever muito menos para, com mais sossego e limpeza, dizer algumas coisas que trago no peito.” Rubem Braga (1913-1990), jornalista e escritor capixaba.

Redação Publicado em 10/07/2012, às 11h59 - Atualizado às 12h39

.
.

“Não poderíamos pensar, se previamente não sentíssemos: é a faculdade de sentir que ministra os materiais para o exercício de pensar; o pensamento é subsequente ao sentimento.”
Mariano da Fonseca, marquês de Maricá (1773-1848), político carioca.

“Os grandes homens são os que fazem com que os pensamentos governem o mundo.”
Ralph Waldo Emerson (1803-1882), poeta americano.

“Nada existe de bom ou de mal, senão os pensamentos que fazem as coisas assim parecerem.”
William Shakespeare (1564-1616), dramaturgo inglês.

“Nenhum problema pode ser resolvido no mesmo grau de consciência que o gerou.”
Albert Einstein (1879-1955), físico alemão naturalizado americano.

“Os dois poderes mais simpáticos de um escritor são: tornar familiares coisas novas, e novas, coisas familiares.”
Samuel Johnson (1709-1784), poeta, crítico e dicionarista inglês.

“A escola é servil. Ela está a serviço de determinadas causas e ideologias. A literatura não é servil. Ela só existe em liberdade, e seu compromisso é para com a revelação. Para tanto, persegue a beleza.”
Bartolomeu Campos de Queirós (1944-2012), escritor mineiro.

“Esse é o problema da maioria das escolas americanas; elas formam pessoas perfeitamente ajustadas, porém ignorantes.”
David Ogilvy (1911-1999), publicitário inglês, no livro O Rei da Madison Avenue, de Kenneth Roman (Cultrix).

“Dinheiro semeia dinheiro. O primeiro franco é, muitas vezes, mais difícil de ganhar do que o primeiro milhão.”
Jean-Jacques Rousseau (1712-1778), filósofo, escritor e compositor francês.

“Banqueiro é um homem que empresta a outro homem o dinheiro de um terceiro.”
Guy de Rothschild (1909-2007), banqueiro francês.

“O mais delicioso dos privilégios é gastar o dinheiro dos outros.”
John Randolph (1773-1833), político americano, citado por Roberto Campos no artigo Saudades de Merquior, publicado em 1995.

“Dinheiro: chave universal que abre todos os cadeados.”
Pedro Calderón de la Barca (1600-1681), poeta espanhol.

“A pobreza resulta do aumento dos desejos do homem, não da diminuição de sua propriedade.”
Platão (427-347 a.C.), filósofo grego.

“O pobre trabalha para comer. O rico trabalha para comer fora.”
Millôr Fernandes (1923-2012), humorista, dramaturgo e tradutor carioca.

“Mais do que a razão, é o estômago que nos governa.” 
Jacques Arsène François Polycarpe Ancelot (1794-1854), dramaturgo e intelectual francês.

“Percebo que já não sei mais rir de mim mesmo como antigamente, e isso é grave.”
Antonio Gramsci (1891-1937), teórico político italiano.

“O humor é indício de grandeza. A casmurrice, o ar sombrio, o tom duro na garganta são objeções a um homem, que dirá à sua obra.”
Friedrich Nietzsche (1844-1900), filósofo alemão.

“Manejar o silêncio é mais difícil do que manejar as palavras.”
Georges Clemenceau (1841-1929), jornalista e político francês.