Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Citações

“Fevereiro é um resumo da existência carioca: curto, agitado, sensual, encalorado, colorido, dourado, irreal, fevereiro tem todos os adjetivos da fantasia.” Paulo Mendes Campos (1922-1991), escritor mineiro.

Redação Publicado em 06/02/2012, às 19h51 - Atualizado em 08/08/2019, às 15h43

.
.

“Dá-me água. Não tenho ânimo de erguer os braços. O calor é o castigo deste paraíso.”
João do Rio (1881-1921), escritor e jornalista carioca.

“Livrem-me da pressa, das datas, dos salários e das dívidas e a todos serei agradecido, num verso submisso.”
Antônio Maria (1921-1964), cronista e compositor pernambucano.

“A gente está sempre em primeiro lugar.”
Clarice Lispector (1920-1977), escritora brasileira nascida na Ucrânia.

“O privilégio de uma vida é ser quem você é.”
Joseph Campbell (1904-1987), educador norte-americano, em A Vida É o que Você Faz Dela, de Peter Buffet (Best Seller).

“Aprende com o mundo verde o teu lugar.”
Ezra Pound (1885-1972), poeta norte-americano.

“Este tem sido um de meus mantras — foco e simplicidade. O simples pode ser mais difícil do que o complexo: é preciso trabalhar duro para limpar seus pensamentos de forma a torná-los simples. Mas no final vale a pena, porque, quando chegamos lá, podemos mover montanhas.”
Steve Jobs (1955-2011), empresário norte-americano, fundador da Apple Inc., no livro Steve Jobs em 250 Frases (Best Business).

“O melhor jeito de assegurar o sucesso é ter mais ânsia por ele do que por merecê-lo.”
William Hazlitt (1778-1830), ensaísta inglês.

“Sobe-se de carteiro a milionário; não se sobe de milionário a príncipe.”
Machado de Assis (1839-1908), escritor carioca, autor de Memórias Póstumas de Brás Cubas, entre outras obras.

“Não tem namorado quem ama sem se dedicar; quem namora sem brincar; quem vive cheio de obrigações e quem só pensa em ganhar.”
Artur da Távola (1936-2008), jornalista, político e escritor carioca.

“Eu fiquei tão feliz que me nasceu uma flor na lapela e uma namorada no braço.”
Rubem Braga (1913-1990), escritor capixaba, na crónica Quermesse, publicada em junho 1951.

“Os casais de namorados são coisa que pertence ao patrimônio de uma cidade.”
Vinicius de Moraes (1913-1980), poeta, compositor e diplomata carioca.

“Amar é pensar./ E eu quase que me esqueço de sentir só de pensar nela.”
Alberto Caeiro, heterónimo de Fernando Pessoa (1888-1935), poeta português.

“Em terra de doidos, quem tem juízo é doido.” 
Carlito Maia (1924-2002), publicitário mineiro.

“É melhor ser louco que hipócrita e medíocre.”
Leonilson (1957-1993), artista plástico cearense.

“A falta de dinheiro é a origem de todos os males.”
Mark Twain (1835-1910), escritor norte-americano, autor de As Aventuras de Tom Sawyer.

“É um erro do psicanalista querer deduzir a sociedade do funcionamento psíquico, e erro simétrico do sociólogo não ver na psique nada senão o produto da sociedade e da socialização.”
Cornelius Castoriadis (1922-1997), filósofo grego.

“É sempre coisa interessante esse reflexo da alegria do rico no fundo do olhar do pobre.”
Charles Baudelaire (1821-1867), poeta francês.

“O real não está na saída nem na chegada: ele se dispõe para a gente é no meio da travessia.”
João Guimarães Rosa (1908-1967), escritor mineiro, autor de Grande Sertão: Veredas e Sagarana, entre outras obras.