Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Chitãozinho & Xororó dividem palco com Fresno em noite de homenagem no Sul

A dupla Chitãozinho & Xororó recebeu uma homenagem durante a abertura do Festival Nacional de Música em Canela, no Rio Grande do Sul

Redação Publicado em 18/10/2011, às 04h51 - Atualizado em 08/08/2019, às 15h43

Chitãozinho & Xororó no Festival Nacional da Música - Amauri Nehn/AgNews
Chitãozinho & Xororó no Festival Nacional da Música - Amauri Nehn/AgNews

A dupla Chitãozinho & Xororó recebeu uma emocionante homenagem na noite desta segunda-feira, 17, na abertura do Festival Nacional de Música em Canela, no Rio Grande do Sul. Os 40 anos de carreira dos irmãos foram celebrados com a entrega de um prêmio diante de uma plateia formada por grandes nomes do mercado musical e contou com a participação da banda Fresno.

Ao lado de Lucas Silveira (27), vocalista da banda, a dupla interpretou dois de seus grandes sucessos: Evidências e Brincar de Ser Feliz. "A coisa mais surreal da minha vida foi tocar com eles em 2008", disse Lucas, lembrando a parceria de longa data, repetida nesta noite. "Esse prêmio vai ficar registrado como um brilho ainda mais especial nessa comemoração de 40 anos de carreira", disse Chitãozinho (57). "Em 1982, quando lançamos a música Fio de Cabelo, a gente foi convidado para essa festa em Canela, naquela época era tudo diferente, a gente não tinha tanto espaço na mídia, e depois de tanto tempo é uma emoção estar aqui recebendo esse prêmio. Momentos como este fazem a nossa estrada se tornar mais fácil", completou Xororó  (56).

Além da dupla, outros importantes nomes da MPB foram agraciados com o prêmio. Ney Matogrosso (70), Martinho da Vila (73), Joanna (54) e Michael Sullivan (61) também subiram ao palco em noite de festa da música nacional na serra gaúcha. "Prêmio não é uma coisa que eu persiga, mas é bom receber", disse Ney com modestia. "É a segunda vez que eu venho. Para mim, o festival tem o pretexto de promover um grande encontro das pessoas do mercado fonográfico. A gente trabalha na mesma área, mas nunca se encontra". Martinho levou a plateia ao delírio ao "cantar falando" alguns de seus grandes sucessos, como Mulheres, encerrando a noite de premiações.

O Festival Nacional da Música reúne artistas, empresários, produtores, divulgadores e políticos em debates sobre temas importantes para o mercado fonográfico. O evento é organizado pelo  jornalista e radialista Fernando Vieira (49) e conta com uma série de palestras e shows até a próxima quinta-feira, 20.