Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Os Clinton abençoam a união de sua Chelsea

Hillary supera diferença com Marc Mezvinsky, genro que Bill sempre admirou, e aprova o casamento

Redação Publicado em 03/08/2010, às 11h16 - Atualizado às 14h01

o novo casal com os pais dela, Hillary e Bill Clinton. - FOTOS: REUTERS E SPLASH NEWS
o novo casal com os pais dela, Hillary e Bill Clinton. - FOTOS: REUTERS E SPLASH NEWS
Considerado o mais próximo da realeza nos EUA, o clã Clinton está em festa. Única herdeira do ex-presidente Bill Clinton (63) e da secretária de Estado, Hillary Rodham Clinton (62), Chelsea Clinton (30) disse sim ao investidor Marc Mezvinsky (32), filho dos ex-congressistas Marjorie (68) e Edward Mezvinsky (73), no sábado, dia 31, em romântica e milionária cerimônia, desde já aclamada como o "casamento da década." Envolta em muita especulação, a boda teve os preparativos guardados como segredo de Estado. Segundo fontes, Hillary não simpatizaria com o genro, talvez pelo fato de o pai dele ter cumprido pena de sete anos por fraude. Já Bill sempre demonstrou apoio ao namoro, elogiando Marc em público. "Marc é ótimo, um grande ser humano", disse o ex-presidente. Para surpresa geral, famosos e mesmo o atual líder, Barack Obama (49), ficaram fora da lista de 400 convidados. Entre os poucos vips conhecidos, o ator Ted Danson (62), o produtor de cinema Steven Bing (45), ex de Liz Hurley (45), e a ex-secretária de Estado Madeleine Albright (73). Organizada a um custo estimado entre 3 e 5 milhões de dólares pelo consultor de eventos Bryan Rafanelli (48), com flores de Jeff Leatham, a cerimônia se deu no fim da tarde, nos jardins da propriedade de Astor Courts, em Rhinebeck, charmosa cidade a duas horas ao norte de Nova York, no Hudson Valley. Emocionado - e 10 quilos mais magro, a pedido da filha - Bill conduziu Chelsea até a chupá. Como Marc é judeu e ela, metodista, a bênção foi conduzida por um rabino e um reverendo. A noiva causou comoção com magnífico tomara que caia em organza de seda com aplique de cristais, avaliado em cerca de 20000 dólares e criado por Vera Wang (61), líder no segmento, que a vestiu pessoalmente. O noivo usou smoking Burberry, marca das gravatas do pai da noiva e padrinhos. Já Hillary, que na noite anterior, brilhou com diáfano longo verde, arrasou em look by Oscar de La Renta (78). O par, que se conheceu em 1993, frequentou a Universidade de Stanford, mas só começou a namorar em 2005, trocou votos e recitou o poema The Life That I Have, de Leo Marks (1920-2001). A pedido da noiva, que é vegan, o menu by hotel St. Regis incluía seleção de iguarias sem carnes, laticínios ou ovos, vetados na dieta. Na mesma linha, o bolo da La Tulipe era sem glúten. Após abrir a pista com o marido, Chelsea dançou com o pai canção de Frank Sinatra (1915-1998). Seguiram-se, noite adentro, hits do U2, Michael Jackson (1958-2009) e de bandas da gravadora black Motown. "Hoje, assistimos com orgulho e emoção ao casamento de Chelsea e Marc em uma bela cerimônia em Astor Courts, ladeados por familiares e amigos. Não poderíamos ter pedido por um dia mais perfeito para celebrar o início de suas vidas juntos e estamos muito felizes em receber Marc em nossa família", disse o clã Clinton em comunicado. Elegante, Chelsea enviou garrafa de vinho e bilhete escrito à mão para cada vizinho, pedindo desculpas pelo transtorno causado pelo bloqueio de ruas.