Charme de musas realça brilho de Veneza

Depois de 11 dias de maratona cinematografica, cidade italiana encerra festival

Publicado terça 11 setembro, 2012

Depois de 11 dias de maratona cinematografica, cidade italiana encerra festival
Lovi Poe, Vanessa Hudgens, Giulia Bevilacqua,Giulia Valentini,Selena Gomez - Reuters

Durante 11 dias, jovens estrelas desfilaram seu charme ao lado do carisma de veteranos pelo tapete vermelho do 69º Festival de Veneza, que terminou no sábado, dia 8, com o Leão de Ouro de Melhor Filme sendo entregue ao diretor sul-coreano Kim Ki-duk (51), por Pietà. Atrizes de Spring Breakers, exibido no Palazzo del Casino, Vanessa Hudgens (23) e Selena Gomez (20) apostaram em generoso decote e ombros desnudos, respectivamente. “Sou uma grande fashionista, não consigo me cansar da moda”, disse Vanessa, que prefere usar nude ou preto em eventos. Quem também roubou os flashes pela ousadia de estilo, com fendas, transparências e batom escuro, foi a italiana Giulia Bevilacqua (33), que atua no longa Passion, suspense erótico de Brian de Palma (72) que estava entre os 18 concorrentes da mostra competitiva.

Eternas musas, Gina Lollobrigida (85) e Claudia Cardinale (74) causaram frisson nas premières e retribuíram com acenos e sorrisos o carinho dos admiradores. De calça comprida e casaquinho com brilho, Claudia foi assistir ao filme Gebo e a Sombra, exibido fora da competição, que protagoniza sob direção do português Manoel de Oliveira. “É a primeira vez que trabalho com ele, fiquei abismada com tanta energia em um homem de 104 anos”, ressaltou a diva, que já declarou não se achar bonita. “Tenho o rosto fotogênico, com as maçãs altas e o olhar sempre penetrante. Me cuido bastante, mas beleza não tem muita importância, o importante é conseguir transmitir algo. Minha juventude está na mente. Me sinto com 20”, afirmou ela. A antiga geração do cinema foi representada ainda por Robert Redford (76), acompanhado da mulher, Sibylle Szaggars (54). Diretor e ator do suspense político The Company You Keep, ele apresentou o filme, também exibido fora da mostra competitiva de Veneza.

Apontado desde antes do início do festival como um dos destaques do evento, o drama religioso The Master rendeu ao americano Paul Thomas Anderson (42) o Leão de Prata de Melhor Direção. Seus dois protagonistas, Joaquin Phoenix (37) e Philip Seymour Hoffman (45), dividiram a Coppa Volpi, de Melhor Ator. “Eu peço desculpas pela minha aparência, acabei de descer do avião. Coloquei o terno no banheiro”, brincou Hoffman com seu cobiçado troféu na mão.

Gina Lollobrigida, Claudia Cardinale e Sibylle Szaggars com o marido, Robert Redford / foto: Reuters
Kim Ki-duk e Philip Seymour Hoffman / foto: Reuters

Último acesso: 02 Dec 2020 - 04:08:43 (214138).

Leia também

TV CARAS