Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

CHARLES AZNAVOUR É DESTAQUE NO LÍBANO

O PRESIDENTE MICHEL SLEIMAN CELEBRA O ASTRO

Redação Publicado em 20/07/2009, às 21h58

Ultimo "monstro sagrado" da canção francesa, tido como o Frank Sinatra (1915-1998) europeu com mais de 100 milhões de discos vendidos em seus mais de 50 anos de carreira, Charles Aznavour (85) ganhou recepção à altura do sucesso em recente viagem ao Líbano. Presidente do país, Michel Sleiman (60) fez questão de pessoalmente receber o ídolo no palácio de Baabda, sua residência oficial, e lhe condecorou com a Medalha de Honra ao Mérito na quarta-feira, dia 8. Em clima descontraído e de tietagem mútua, o astro francês agradeceu à honraria e destacou o apoio incondicional de seus fãs libaneses. No dia seguinte, Aznavour cantou e, como sempre, encantou a platéia na abertura do tradicional Festival Internacional de Música de Beitiddine, que teve na edição do ano passado a participação do brasileiro Gilberto Gil (67). Nascido em Paris e filho de imigrantes armênios, Charles Aznavour lembrou antigos hits como She e Il Faut Savoir e, com diplomacia, clamou pela paz mundial. Desde o assassinato do primeiro-ministro Rafik Harini, em 2005, o Líbano enfrenta frequentes crises políticas e a divisão entre grupos políticos cristãos, xiitas, sunitas e druzos.