Revista CARAS
Busca
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

CERIMÔNIA À ITALIANA COM A MADRINHA SOPHIA LOREN

Diva do cinema batiza o navio MSC Fantasia em Nápoles e fala do encanto que tem pelo Brasil

Redação Publicado em 30/12/2008, às 14h20 - Atualizado às 21h11

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Um público de 2500 pessoas se silenciou respeitosamente quando Sophia Loren (74) subiu ao palco montado no porto de Nápoles, cidade onde foi criada, à beira do mar Tirreno, para a cerimônia de batismo do maior navio construído por um armador europeu, o luxuosíssimo MSC Fantasia. Carismática, ela roubou a cena no local onde minutos antes havia se apresentado seu amigo Lucio Dalla (65), astro da música italiana. "É o quinto navio da MSC Cruzeiros que batizo. Acredito que trago sorte para os barcos", afirmou a famosa madrinha da embarcação, que começou sua carreira nas telas em 1950 e ganhou, em 1962, Oscar de Melhor Atriz pelo filme Duas Mulheres. Em um vestido Armani coral decotado que exibia, além do colo, suas pernas na fria noite europeia, ela minimizou seu status de ícone de beleza do cinema mundial. "A beleza é algo interior, uma paz dentro de si, a do corpo não significa muita coisa", garantiu Sophia ao lado do comandante Giuliano Bossi (63), do CEO da MSC Cruzeiros, Pierfrancesco Vago (47), e dos sogros dele, Gianluigi Aponte (69), dono da empresa, e Rafaela Aponte (64), responsável pela decoração do navio com capacidade para receber cerca de 4000 hóspedes. Assim como Lucio Dalla, que está ansioso para vir ao Brasil em maio, quando fará shows comemorativos pelos 15 anos de CARAS no Rio e em São Paulo, a atriz não esconde o encanto pelo país. "Estive apenas dois dias lá, em 2000, e o Brasil segue no meu coração. Adoro o jeito como o povo fala, as praias do Rio, a bossa nova", enumera a estrela, lamentando não ter planos ainda para visitar o país por causa de compromissos de trabalho. Em 2009, a atriz será vista no cinema no musical Nine, do diretor Rob Marshall (48).