Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Cássia Kis Magro e Lavínia Vlasak prestigiam premiação de ciência

As atrizes Cássia Kis Magro e Lavínia Vlasak marcaram presença na edição 2012 do prêmio Mulheres na Ciência, que agraciou sete pesquisadoras com bolsa-auxílio para seus projetos

Redação Publicado em 28/09/2012, às 08h22 - Atualizado às 09h06

As atrizes Cássia Kis Magro e Lavínia Vlasak - TV Globo / Felipe Assumpção/AgNews
As atrizes Cássia Kis Magro e Lavínia Vlasak - TV Globo / Felipe Assumpção/AgNews

Cássia Kis Magro (54) e Lavínia Vlasak (36) estavam entre os convidados que marcaram presença na edição 2012 do prêmio Mulheres na Ciência que ocorreu no Golden Room do Copacabana Palace no Rio de Janeiro.

“Eu vejo esse prêmio dar valor às pessoas, principalmente à mulher. Elas são jovens. E você receber um estímulo para poder desenvolver a sua pesquisa, que pode ser muito relevante para a humanidade, isso é maravilhoso. Então, estamos nós aqui sendo presenteados e assistindo essa valorização”, afirmou Cássia. 

Pelo sexto ano consecutivo, a cerimônia foi comandada pela jornalista Renata Capucci, que está grávida de 5 meses e prefere não falar sobre o sexo do bebê. “Nós já perdemos três bebês. Então, nosso histórico não nos permite comemorar antes da hora. Então, a gente só comemora lá quando nasce. Então, não falamos sobre sexo. E não interessa pra gente o sexo, o nome, nada disso. Interessa é nascer com saúde”, disse a jornalista que é mãe de Lily, de 6 anos.

Entre os executivos presentes no evento, estavam o presidente da L’Oréal Brasil Didier Tisserand, Ary Mergulhão Filho – Oficial de Ciência e Tecnologia da UNESCO no Brasil, que representou Lucien Muñoz (representante da Unesco no Brasil), e o presidente da Academia Brasileira de Ciências (ABC), Jacob Palis.

Sete pesquisadoras - Carolina Cavaliéri Gomes (Universidade Federal de Minas Gerais), Gislaine Zilli Réus (Universidade Estadual de Santa Cruz), Karin Soares Gonçalves Cunha (Universidade Federal Fluminense), Katiúscia Nadyne Cassemiro (Universidade Federal de Pernambuco, UFPE), Márcia Foster Mesko (Universidade Federal de Pelotas), Paula Murgel Veloso (UFF) e Roselia Maria Spanevello (UFPel) receberam bolsa-auxílio no valor equivalente a 20 mil dólares para ajudar no desenvolvimento de seus projetos de pesquisa.

Desde 2006, a cada ano, sete jovens cientistas são escolhidas pela qualidade e pelo potencial de suas pesquisas, desenvolvidas em instituições brasileiras. O prêmio busca incentivar a presença da mulher na linha de frente do conhecimento e garantir visibilidade ao trabalho das pesquisadoras, além de oferecer condições favoráveis para a continuidade de projetos por meio do auxílio financeiro.