Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Carolina Galan: Destino rege suas escolhas

Em seu lar paulistano, apresentadora revela como o universo do futebol modificou sua vida

Redação Publicado em 30/04/2013, às 15h25 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

Carol abre apartamento e narra sua entrada na TV. - Ricardo Stuckert
Carol abre apartamento e narra sua entrada na TV. - Ricardo Stuckert

Quando chegou à Federação Paulista de Futebol, em 2010, a recém-formada em Educação Física Carolina Galan (28) tinha apenas um objetivo em mente: se inscrever no curso de arbitragem. O que a paulista de Ourinhos não imaginava era que aquele dia seria um divisor de águas em sua vida. “Ao entrar no prédio, acharam que eu iria me inscrever para trabalhar como repórter do canal virtual da federação, a TV FPF. Sou cara de pau e pensei ‘por que não?’ Fiz os testes e passei. Já tinha feito trabalhos como modelo, mas nunca pensei que um dia entraria para esse meio”, relembra ela. E as surpresas do destino não pararam por aí. Foi também ali, na FPF, que Carol encontrou quem fizesse seu coração bater mais forte, o presidente da entidade e vice-presidente da Confederação Brasileira de Futebol, Marco Polo Del Nero (71). “Ele me assistiu e quis me conhecer. As coisas aconteceram naturalmente, e estamos juntos há três anos”, diz ela, no apartamento que divide há cinco meses com o amado, em elegante bairro da capital paulista.

Determinada e segura, Carol não se intimida com as críticas em relação à diferença de idade entre os dois. “Confesso que, no início, eu fiquei assustada com essa diferença e com medo da minha família não aceitar. Mas com o tempo, percebi que estava ao lado de uma pessoa que me respeita e me ajuda a enxergar a vida de uma maneira mais madura. Minha família aceitou com tranquilidade e a opinião das pessoas não me incomoda”, dispara ela, sem hesitar na hora de eleger o mais ciumento da relação. “É o Marco! Mas hoje, é um ciúme menos intenso, mais controlado. Somos muito cúmplices”, pondera a jovem.

Por enquanto, Carol não faz planos de subir ao altar ou ter filhos e segue dedicada às apresentações do canal virtual e ao comando do programa Futebol e Criança, na Rede Vida, atração criada por Marco Polo. “Adoro crianças, mas ainda não penso em filhos! Meu foco, agora, é desenvolver minha carreira e gerar novos frutos dela. Quem sabe ser uma Patrícia Poeta!”, brinca.