Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Carol Trentini, após brilhar no SPFW, revela como será sua boda

Dedicação de Carol Trentini a cada detalhe da boda: "Estou plena e muito feliz, pois sei que Fábio é o homem da minha vida"

Redação Publicado em 31/01/2012, às 12h25 - Atualizado em 08/08/2019, às 15h43

Top relaxa no Lounge CARAS. A gaúcha, que se casa em março com o fotógrafo Fábio Bertalt, desfila no São Paulo Fashion Week para Alexandre Herchcovitch. CarolTrentini - Fabio Miranda, Gabriel Chiarastelli, Martin Gurfein e Samuel Chaves
Top relaxa no Lounge CARAS. A gaúcha, que se casa em março com o fotógrafo Fábio Bertalt, desfila no São Paulo Fashion Week para Alexandre Herchcovitch. CarolTrentini - Fabio Miranda, Gabriel Chiarastelli, Martin Gurfein e Samuel Chaves

Entre as modelos de maior projeção internacional nos últimos tempos, a gaúcha Carol Trentini (24) se prepara para um dos momentos mais importantes de sua vida. No dia 3 de março, ela subirá ao altar com o fotógrafo Fábio Bartelt (34), na cidade natal dele, Itajaí, SC. “Tivemos um affaire há nove anos, mas estava focada na carreira. Nós nos reencontramos para casar. Ele é o homem da minha vida”, derrete-se a loira, em momento relax no Lounge CARAS durante o São Paulo Fashion Week, no qual desfilou com exclusividade para o estilista Alexandre Herchcovitch (40).

Correndo para acertar os últimos detalhes da boda, Carol, que mora em Nova York, ainda se prepara para comemorar dez anos de carreira. “Nunca esqueço a data em que  comecei, dia 28 de fevereiro de 2002. Tinha 14 anos quando me mudei para São Paulo. Chorava todos os dias de saudade da minha família”, relembra ela. “Parei para pensar o que realmente queria da minha vida e agarrei a oportunidade. Amadureci e venci”, emenda a graciosa loira.

– Qual o momento mais marcante da sua carreira?

– Quando deixei Panambi e vim para São Paulo, crua, com 14 anos. Foi decisivo na minha vida. Eu poderia ter vindo e as pessoas não terem gostado de mim ou eu não ter me adaptado. Chorava muito no começo. Ligava para a minha mãe da área de serviço do apartamento que eu dividia com outras modelos falando que queria ir embora. Parei para pensar e fui racional. Aquela era a minha hora, e agarrei a oportunidade. Me joguei de cara e não me arrependo do que fiz.

– Como começou sua história de amor com o Fábio?

– Ele é irmão do meu melhor amigo e agente, o Anderson. Quando eu tinha 15 anos, nós tivemos um breve affaire. Ficamos sete anos separados e voltamos há um ano, para casar. Nosso amor é muito especial. Não vejo o casamento como um desafio, me sinto plena. Sei que é isso o que eu quero, sei que é ele o meu grande amor. É um sentimento diferente, uma coisa que eu não sabia que poderia sentir. Ao mesmo tempo, tenho o frio na barriga de ser esposa, sinto que a minha busca acabou. É isso que quero para mim.

– Sonha em ser mãe?

– Muito, e muito rápido. Eu me sinto superpreparada para ser mãe. Ano que vem, se tudo der certo, quero engravidar.

– Onde vocês irão morar?

– Minha base é Nova York, mas eu venho muito para o Brasil, para trabalhar. A gente vai viver na ponte aérea Nova York-São Paulo. Ele mora aqui na capital paulista. Vamos comprar um apartamento juntos. Por enquanto, estou morando na casa dele, onde vive também seu irmão, mas queremos ter o nosso próprio canto.

– Como estão os preparativos para o casamento?

– Uma loucura, pois quero cuidar de todos os detalhes. Escolhi absolutamente tudo do meu casamento. Desde as cores, as flores, até onde os convidados irão sentar. Estou superansiosa porque Fevereiro é um mês curto. Estou nervosa e muito animada. Sou perfeccionista e detalhista. Tenho deixado o meu cerimonialista doido.

– Acha que sentirá frio na barriga ao entrar na igreja?

– Nossa, com certeza. Todo mundo fala que eu estou acostumada com passarela e não vou ficar nervosa. Não tem nada a ver. Será o momento que, se Deus quiser, só irá acontecer uma vez na vida. Sem dúvida será o corredor mais importante que eu vou cruzar. Estou feliz demais.

– Como será o seu vestido?

– Ele está sendo desenhado pelo estilista Olivier Theyskens. Será simples, bonito, nada muito extravagante, e clássico. O Olivier quer que eu pareça uma princesa.

– Você parece uma princesa...

– Todo mundo fala que eu pareço um bebê. Sempre fui muito menininha e ultimamente tenho tentado me vestir como mulher. Estou refazendo o guarda-roupa com peças clássicas. Uso de tudo um pouco, reciclo muita coisa. Troco roupa com minhas irmãs.

– E a lua de mel?

– Vamos para Bora Bora, um lugar que a gente quer muito conhecer, por uma semana no máximo. Tenho essa imagem de que a lua de mel tem de ser por um período curto e muito especial. Serão dias lindos. Quero aproveitar ao máximo.