Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Capital Inicial ignora especial comemorativo pelos 30 anos de estrada

Redação Publicado em 30/11/2012, às 02h26 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

Capital Inicial - Fabio Miranda
Capital Inicial - Fabio Miranda

As três décadas de atividade do Capital Inicial não serão comemoradas em 2013. Pelo menos não de forma tradicional, como um lançamento de uma turnê ou um trabalho específico de celebração.

“Não vamos celebrar porque está todo mundo fazendo isso (risos), como Nx Zero, Jota Quest, Titãs, Kid Abelha e até bandas novas. Resolvemos evitar”, confessou o vocalista Dinho Ouro Preto (48), nos bastidores do segundo dia de gravação do Show da Virada, em São Paulo.

Ainda assim, o objetivo de ir na contra-mão do mercado fonográfico esbarrou nos interesses da própria gravadora da banda. “A gravadora queria um disco ao vivo, acústico, mas fomos protelando. Uma hora eles se deram por vencidos”, contou Dinho.

Sem se considerar supersticioso, o músico irá relacionar a astronomia com o seu tempo à frente da banda.  “Em vez de falarmos dos 30 anos de Capital, preferimos relacionar com os 29 anos que canto no Capital. Saturno, que é também o nome do disco, leva 29 anos para dar a volta ao Sol”, explicou. Em março, o grupo dá continuidade à turnê Das Kapital, com o primeiro show em São Paulo.