Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Caio Blat: 'já tive muitos amores platônicos'

Redação Publicado em 04/05/2011, às 10h20 - Atualizado às 10h21

Caio Blat - 02/06 - Divulgação TV Globo
Caio Blat - 02/06 - Divulgação TV Globo
Caio Blat precisou de poucos elementos para entender quem seria Leandro, seu papel no folhetim Morde & Assopra. Basicamente, uma profissão e um amor inusitado serviram de base para que o ator criasse um mundo para seu personagem. "Leandro é bem misterioso. Ninguém sabe ao certo de onde ele veio. Ele chega na cidade de Preciosa de carona em um caminhão, após estudar e tentar a vida em São Paulo. Pensei nele como um cara que viaja muito; um aventureiro, que coloca a mochila nas costas e vai embora para o mundo. Leandro carrega um monte de correntinhas, pulseiras, artigos indígenas, para representar bem isso", detalhou Caio, para a CARAS Online, em referência ao trabalho de composição que usou para o Leandro. Para o ator, o fato de o personagem ser um jardineiro indica outro ponto de sua personalidade: um caráter sensível e romântico. Algo que se atenua a partir do momento que ele se apaixona perdidamente. "A história é bem maluca, lúdica e estou adorando fazer. Imediatamente o Leandro se apaixona quando vê uma mulher [Naomi, personagem de Flávia Alessandra) tocando piano e percebe, em seu olhar profundo, que ela é diferente de todas as outras; ela vira sua musa, embora ele não a conheça. É amor platônico, puro, que permanece mesmo quando ele descobre que Naomi é um robô. Aos poucos, ela também vai desenvolver sentimentos por ele", salientou. Casado com a atriz Maria Ribeiro, mãe de seu filho Bento, Caio diz conhecer bem o tipo de amor inatingível que Leandro enfrentará ao longo da trama escrita por Walcyr Carrasco. "Já tive muitos amores ao longo da vida, e muitos foram platônicos, daquelas que a gente coloca em um pedestal e não temos nem coragem de nos declarar, de tão inatingível que é", confessou. Elogios Não só Caio abrilhanta esse núcleo de Morde & Assopra. Flávia Alessandra, que está dando duro para compor, com convicção, uma andróide na novela, mereceu elogios de seu companheiro de cena. "Está sendo um privilégio trabalhar com a Flávia. Ela soube bem casar aquele comportamento mecânico de robô com o uso de um olhar para expressar emoções e sentimentos", disse Caio. Entre a angústia de querer torna-se ser humano, Naomi ainda sente-se confusa em relação ao jardineiro Leandro. Por ele, Naomi nutrirá sentimentos que se mostrarão opostos aos que foram programados por seu criador, o cientista Ícaro (Mateus Solano), que sofre com a perda de sua mulher e resolve criar uma réplica da amada. Assim como Flávia, Mateus também foi agraciado com elogios por seu colega de novela. O Mateus é um grande companheiro! Está sendo ótimo contracenar com esses dois. É um núcleo muito bonito", deliberou Blat.